Cidade Holandesa testa tecnologia Blockchain para o setor Imobiliário

A filial holandesa da Deloitte está trabalhando com a cidade de Roterdã para criar um protótipo para gravar contratos de arrendamento em uma .


Foto: Rotterdam/Travel Addicts

Em conjunto com o Centro de Inovação de Cambridge (uma empresa de serviços imobiliários com sede nos ), o projeto se concentrará no desenvolvimento de uma plataforma para a gestão de transações imobiliárias. A área é uma das que estão sendo exploradas por várias , com a aprovação de Roterdã representando o último esforço para a ponte do setor e a tecnologia blockchain.

A primeira parte do processo envolveu a construção de um mecanismo de registro de contratos de arrendamento. A partir daí, os envolvidos com o projeto irão implementar a parte de pagamentos de transações imobiliárias em conjunto com a ferramenta de registro de contratos.

Leia também  Com início de cobrança de taxas, volume de Bitcoin despenca na China mas preço se mantém

Jan Willem Santing, gerente de serviços de consultoria imobiliária da Deloitte, disse em um comunicado:

“A próxima etapa será monitorar os pagamentos de . Por exemplo, implementando aplicativos adicionais de blockchain no setor imobiliário, tempos de transação e os custos podem ser ainda mais reduzidos.Além disso, ele permite que os envolvidos usem a análise de dados para tomar decisões de investimento quanto ao futuro, na venda ou construindo imóveis”.

O esforço é uma das iniciativas de blockchain do setor público de maior destaque nas últimas semanas, vindo da notícia de que o Porto de Roterdã, o maior porto marítimo da Europa, vem testando suas próprias aplicações na rede blockchain.

O anúncio também vem em meio a um esforço de modernização digital que está sendo realizado tanto pelo governo nacional dos Países Baixos como por distritos de nível municipal em toda a região.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *