Chefe de Pesquisa do Bank of America adverte investidores sobre valor do Bitcoin

1 Comente

, chefe de pesquisa mundial de commodities e derivados da Bank of America, advertiu que o e as têm grandes riscos relativos e alertou os investidores contra o otimismo sobre o aumento no valor do , de acordo com a Bloomberg.

Ele disse que as criptomoedas continuam propensas a fraudes, roubos, adoção de novos protocolos e falta de aceitação. Ele também apontou que não é legal em muitas partes do mundo.

Para o Bitcoin prosperar, ele disse que precisa ter uma “garantia”. Ele observou ainda que o bitcoin deve ser visto como seguro para se tornar uma moeda confiável de valor.

O comércio de Bitcoin, enquanto isso, aumentou para mais de US$ 1 bilhão diariamente nos últimos meses. Em alguns dias, a negociação superou US$ 2 bilhões.

Leia também  Maiores exchanges de Bitcoin estão se tornando os principais alvos de ataques cibernéticos

Volatilidade diminuindo e liquidez aumentando

Blanch disse que a volatilidade do Bitcoin diminui conforme aumenta sua liquidez. Mas a sua volatilidade continua sendo superior às moedas do mercado emergente. Além disso, ele disse que as criptomoedas não se correlacionam com ouro, petróleo, ações, etc.

“A confiança na apreciação de preços dependerá principalmente da fé de instituições financeiras, corporações e indivíduos”, disse ele. O Bitcoin atualmente está sendo negociado por mais de US$ 2.500 por moeda, o que mais que dobrou de preço no início do ano.

As empresas financeiras mais regulamentadas permitem que os clientes tomem empréstimos contra ativos físicos e financeiros, mas não aceitam criptomoedas como garantia no momento atual, observou Blanch. Essa visão coincide com a dos analistas do  que declararam em junho que a aceitação do é necessária para o desenvolvimento da criptomoeda, chegando a uma possível regulamentação.

Leia também  Exchange Ripio lança serviço de compra de Bitcoins via cartão de crédito no Brasil

concorda com a Morgan Stanley

O Morgan Stanley declarou em um livro em junho que tanto os investidores quanto os reguladores vêem as criptomoedas como ativos mais do que moedas reais. Os analistas, incluindo James Faucet, declararam que a Bitcoin e outras criptomoedas, como Ethereum e Ripple, são mais “viáveis para investimento” do que moedas fiduciárias que as pessoas podem gastar em produtos e serviços. Os analistas do Morgan Stanley acrescentaram que o Bitcoin representa uma maneira mais inconveniente de pagar, e há muitas razões para usar a criptomoeda em vez de um cartão de crédito ou débito.

De acordo com o relatório, os analistas do Morgan Stanley não têm uma razão clara porque a criptomoeda teve um aumento maciço.

Leia também  Penhora de saldo em corretoras de bitcoins: credores já procuram essas informações

Via: Cryptocoinsnews.com
Tradução: Guia do Bitcoin

Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link