Chainfront passa a oferecer suporte à Ripple e Ethereum

0 Comentários

A empresa API-as-a-Service ChainFront, que oferece serviços com o intuito de diminuir a complexidade de usar, criar e gerenciar carteiras blockchain enquanto mantém a segurança de nível empresarial, anunciou hoje no seu site oficial a integração das criptos Ripple e Ethereum com a plataforma ChainFront API.

Isso significa que agora os desenvolvedores que estiverem criando aplicações nas blockchains Ethereum ou XRP Ledger poderão eliminar a necessidade de deixar a questão da segurança de chaves privadas nas mãos dos usuários finais.

Com a ChainFront, os desenvolvedores poderão oferecer aos usuários, sejam eles consumidores ou empresas, uma forma segura e fácil de aprovar transações sem precisar gerenciar diretamente as suas próprias chaves privadas. Dessa forma será mais fácil e seguro executar transações envolvendo nome de usuário, senha e autenticação de múltiplos fatores. Os desenvolvedores que tiverem interesse em implementar transações com Ethereum ou XRO podem solicitar uma chave API neste link.

Leia também  Tutorial: Como comprar e vender altcoins na Poloniex

A XRP Ledger e Ethereum foram escolhidas por serem de grande importância para o desenvolvimento da blockchain. O XRP tem grande destaque por ser uma das primeiras criptomoedas a conseguir uma ampla adoção por parte de consumidores e empresas, além de ter um dos tempos de transação mais rápidos. Porém, como toda blockchain, as carteiras ainda apresentam um desafio para os desenvolvedores.

“Esperamos que o XRP Ledger seja uma das primeiras blockchains públicas a se tornarem mainstream. Apesar dos conhecidos desafios do Ethereum, há uma infinidade de desenvolvedores e capital trabalhando em aplicações reais dessa blockchain. A API-as-a-service da ChainFront agora pode permitir que esses desenvolvedores de XRP e Ethereum acelerem o desenvolvimento enquanto impulsionam a usabilidade.”

Ao usar carteiras blockchain, os usuários podem armazenar chaves privadas para executar transações. O problema é que, se o usuário perder essas chaves por qualquer motivo, o seu acesso às criptomoedas é impedido definitivamente. Para evitar que isso aconteça, a ChainFront irá criar chaves privadas em um ambiente seguro e não irá transferi-las para nenhum outro lugar.

Leia também  Agora é possível comprar jogos na Steam com Bitcoins

A ChainFront irá trabalhar com a Vault da HashiCorp como um Módulo de Segurança de Hardware virtual. A Vault é uma ferramenta de gerenciamento de chaves e proteção de dados que oferece suporte a carregamento de código e capacita todas as operações criptográficas na plataforma ChainFront.

O serviço é implantado em sub-redes privadas da Amazon Web Services (AWS), inacessíveis via Internet pública, usando o modelo de segurança da AWS. Esse modelo de segurança fornece confidencialidade, integridade, disponibilidade, responsabilidade e autenticação. A AWS também fornece backups e redundância multi-regionais. A conformidade com FIPS 140-2 está disponível.

Veja também: Parece que a criptomoeda do JP Morgan não agradou todo o mundo!

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.