Cancelamento das operações cripto da Goldman Sachs é “Fake news”

2s Comentários

O CTO da Goldman Sachs, disse que notícias que surgiram na internet informando o cancelamento do projeto de uma possível mesa de negociação de criptomoeda da empresa financeira não passam de “Fake News”.

Martin Chavez, CTO da Goldman Sachs, explicou que relatos relacionados à empresa abandonar sua mesa de negociação de criptomoedas foram “notícias falsas” e descreveram todo o cenário como um entendimento prematuro.

Falando no TechCrunch Disrupt Conference, em São Francisco, o CFO da Goldman Sachs colocou a situação de forma bastante direta:

“Eu nunca pensei que me ouviria usar esse termo, mas eu realmente tenho que descrever essa notícia como uma notícia falsa.”

Embora a Bloomberg tenha relatado originalmente no final do ano passado que a Goldman Sachs estava trabalhando na implementação de uma mesa de negociação de criptomoedas a ser lançada em 2018, uma história do Business Insider no início desta semana afirmou que o projeto havia sido fechado.

O relatório do Business Insider citou fontes não identificadas como a base da informação, dando evidências de que a empresa de Wall Street havia decidido acabar com a mesa de negociação. Além disso, a história citou o ambiente regulatório pouco claro das criptomoedas, como a principal razão para a Goldman cancelar o projeto.

Desde então, Chávez disse que a empolgação com a mesa de cripto da Goldman Sachs ficou à frente dos fatos, com a indústria ainda não estando no ponto de maturação necessário para tal empreendimento:

“Quando falamos sobre explorar ativos digitais [… ] ia ser exploração que estaria evoluindo ao longo do tempo. Talvez alguém que estava pensando em nossas atividades aqui tenha ficado muito empolgado com o fato de estarmos fazendo mercado com o Bitcoin[…]”

Chávez também disse que o banco não tem intenção de continuar com o comércio físico de Bitcoin neste momento, alegando que uma solução de custódia mais confiável é necessária antes que eles considerem a opção. No entanto, a empresa ainda fornece liquidez para contratos futuros de Bitcoin por meio da CBOE e da CME, uma característica que alguns viram como um prelúdio para a indústria finalmente obter a aprovação deu seu ETF pela Securities and Exchange Commission dos EUA.

Expandindo a ideia da Goldman Sachs se aventurando diretamente no Bitcoin, Chávez chamou a ideia de “tremendamente interessante”, mas também afirmou que seria difícil implementar na atual forma de mercado:

“O Bitcoin físico é algo tremendamente interessante e tremendamente desafiador. Do ponto de vista da custódia, ainda não vemos uma solução de custódia institucional para o Bitcoin, estamos interessados que isso exista e que seja um longo caminho”.

Guia do Bitcoin

Escreva um comentário

2 Comments

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.