Guia Completo: O que é blockchain?

0 Comentários

Assim como a Internet mudou radicalmente a forma como realizamos negócios e nos comunicamos na sociedade, a rede blockchain já representa a próxima revolução tecnológica, ao solucionar a principal questão enfrentada pela Internet até hoje: a segurança dos dados. 

À medida que o Bitcoin (BTC) cresce e ganha mercado, a tecnologia blockchain se fortalece, comprovando cada dia mais sua eficiência. Empresas do mundo inteiro já perceberam os amplos benefícios proporcionados pela rede blockchain, e já estão customizando suas soluções.

Quer saber mais sobre o que é blockchain? Continue a leitura deste artigo e confira as recomendações dos nossos especialistas.

blockchain technology
Rede blockchain: rede de blocos (registros) compartilhados de forma descentralizada

Novo paradigma de negócios

(pseudônimo de um grupo ou um indivíduo até hoje anônimo).

A grande inovação da rede blockchain está em oferecer um banco de dados imutável, onde ficam registradas permanentemente todas as transações. Estas recebem um timestamp, identificando a hora exata que ocorreram, impossibilitando qualquer alteração ou cópia na rede sem ser identificada.

A tecnologia blockchain estabelece um novo paradigma de negócios ao validar transações de forma descentralizada, sem precisar de uma autoridade principal. Ao contrário do que ocorre no sistema financeiro tradicional, não há necessidade da atuação de um Banco Central para gerenciar as transações. As informações não ficam concentradas em um servidor único, dificultando dessa forma os ataques de hackers.

Rede blockchain interliga setores da economia

Bitcoin e o funcionamento da rede blockchain

Anteriormente ao Bitcoin, ocorreram algumas tentativas para o lançamento de moedas digitais no mercado. No entanto, somente ‘Satoshi’ conseguiu desenvolver um sistema, que impedisse que a moeda digital fosse copiada ou alterada, ou utilizada mais de uma vez (double spending).

Graças ao excelente desempenho da tecnologia blockchain, o Mercado do Bitcoin já movimenta hoje mais de 10 bilhões de dólares, em apenas 10 anos desde o seu surgimento. E tudo indica que este é só o começo.

blockchain network
Blocos (Registros) reúnem as transações realizadas em um determinado tempo.

A princípio, o funcionamento da rede Bitcoin blockchain pode parecer muito complexa, mas veja como é fácil comprar Bitcoin no Brasil, com 0% de taxas. Mas, antes, não deixe de pesquisar quanto vale o Bitcoin hoje.

Altcoins apresentam diferentes tecnologias de rede

Com o sucesso e crescimento do Bitcoin, novas moedas digitais, denominadas Altcoins, passaram a ser desenvolvidas e lançadas também no mercado. Existem hoje mais de 1,600 tipos e funções diferentes de Altcoins, movimentando já centenas de bilhões de dólares.​

Além da rede Bitcoin blockchain, há criptomoedas que desenvolveram sua própria rede blockchain, e outras que lançaram tecnologias alternativas ao blockchain. Entre elas estão:

Bitcoin Cash (BCH): Derivado de uma bifurcação do Bitcoin (hard fork), a nova moeda digital apresenta algumas características em comum do Bitcoin original (BTC), mas com alterações em seu algoritmo, além de ser 7 vezes maior do que a rede BTC, para 8MB, a fim de realizar transações mais rápidas. Veja como é fácil comprar Bitcoin Cash (BCH).

Bitcoin Gold (BTG)Também proveniente de um hard fork do Bitcoin, a nova moeda digital Bitcoin Gold (BTG) surgiu a partir da necessidade encontrada pelos mineradores de maior descentralização das atividades de mineração. Foi então estabelecido um novo algoritmo, o Equihash, também utilizado pela criptomoeda Zcash. Saiba também  como comprar Bitcoin Gold (BTG) no Brasil.

Ethereum (ETH): É uma das moedas digitais mais utilizadas, não só como meio de pagamento, mas principalmente para o desenvolvimento de aplicações, que envolvem contratos inteligentes. Ao comprar ETH no Brasil, você irá utilizar a própria rede blockchain Ethereum e carteira blockchain ETH. A estrutura de ETH também é a preferida da maioria dos Initial Coin Offerings (ICOs). Confira o calendário dos ICOs.

Cardano (ADA): Também conhecida como ‘Ethereum Japonês’, a moeda digital Cardano (ADA) foi desenvolvida pelos fundadores de Ethereum. O objetivo da criação de ADA foi aprimorar a tecnologia de ETH, principalmente em relação aos contratos inteligentes. Recebeu o apelido de ‘japonês’ pelo fato de 95% da compra das moedas ADA durante o ICO foram realizadas por investidores japoneses. Para comprar Cardano (ADA), é preciso comprar primeiro Bitcoin (BTC) ou comprar Ethereum (ETH) em uma corretora como a eToro, e então trocar por ADA.

IOTA (IOTA): Foi criada a partir do desenvolvimento do novo algoritmo tangle, ao invés da rede blockchain. IOTA promete transações mais rápidas, maior escalabilidade e isenção de tarifas. No entanto, não pode ser ‘minerada’. Isto significa que para obtê-la, terá que comprá-la. Veja como comprar IOTA no Brasil.

Como funciona a descentralização em blocos

A rede blockchain permite o acesso seguro a um banco de dados, formado por transações e ‘blocos’ (registros). Esse banco de dados é compartilhado simultaneamente entre os diversos computadores (nós) da rede, de forma descentralizada (p2p), conectados por um mecanismo seguro de validação (hash). Uma vez que as transações são validadas na rede blockchain pelos ‘nós’, elas são registradas permanentemente e impossíveis de serem alteradas.

Ao comprar um Bitcoin, por exemplo, o pedido é primeiramente enviado aos mineradores, que gerenciam  os computadores integrantes da rede ponto a ponto (p2p). Estes criam um bloco (registro) e incluem as transações ocorridas naquele determinado tempo. Os blocos são então minerados pelos mineradores, que trabalham para decodificar as informações protegidas por criptografia, chegam a um algoritmo (hash) e criam a Prova de Trabalho (Proof of Work).

O minerador que primeiro decodificou o hash recebe o pagamento. A transação também é validada pelos demais mineradores, e é registrada de forma definitiva na rede blockchain do Bitcoin. E só então, o Bitcoin é entregue ao comprador.

bitcoin blockchain process
Como funciona o processo de compra de Bitcoin em rede blockchain.

Flexibilidade às tecnologias

Embora a rede blockchain esteja presente na estrutura da maioria das altcoins, não é preciso fazer parte de um sistema exclusivo em rede blockchain para comprar criptomoedas. Plataformas online seguras e regulamentadas como a corretora internacional eToro são ideais para quem está começando a investir neste setor. Confira a review sobre a eToro realizada por nossos especialistas.

Blockchain: de brinquedos a remédios

A rede blockchain é totalmente flexível para o desenvolvimento de diferentes tipos de aplicações, e não apenas no setor de criptomoedas. Multinacionais líderes de diversos setores já começaram a investir bilhões nessa tecnologia. Entre elas estão:

Walt Disney Company: Multinacional líder em entretenimento, após ter desenvolvido a própria rede blockchain Dragonchain, Disney prepara-se para lançar e comercializar a nova plataforma no mercado.

Nestlé: A gigante suíça de alimentos agora faz parte de um consórcio em parceria com a IBM para otimizar a forma como as mercadorias são despachadas, reduzindo ao máximo a necessidade de intermediários na cadeia de suprimentos.

Amazon.com Inc.:  Plataforma multinacional de ecommerce está desenvolvendo novas aplicações em ‘cloud’ em blockchain, e firmou recentemente uma parceria com a startup ConsenSys Ethereum.

Pfizer: A fabricante de medicamentos já começou a desenvolver o projeto Chronicled, uma start up voltada também para a cadeia de suprimentos.

Conclusão

Apesar da tecnologia blockchain ainda estar em fase inicial de desenvolvimento, ela já começou a revolucionar os processos de negócios ao redor do mundo. Entre as vantagens do uso da rede blockchain estão maior transparência, privacidade, segurança e versatilidade.

Não deixe de acompanhar as últimas notícias sobre criptomoedas e tecnologia blockchain. Fique por dentro da próxima inovação tecnológica, e esteja à frente de sua concorrência.

Perguntas Mais Frequentes

Qual a previsão de investimento em tecnologia blockchain para os próximos anos?

Estima-se que os investimentos deverão registrar um crescimento de 81,2% , chegando a US$ 9,2 bilhões em 2021.

É possível administrar o grau de privacidade da rede blockchain?

Sim, é possível optar por uma rede privada, pública, semi privada e consórcio, onde apenas as empresas envolvidas têm acesso às informações da rede.

O governo brasileiro é a favor do blockchain no Brasil?

O Banco Central concorda com a tecnologia blockchain, e publicou recentemente um documento que mostra como substituir o atual sistema interbancário por rede blockchain no Brasil, caso haja alguma falha na rede.

Quais as diferentes aplicações da tecnologia blockchain?

Ela pode ser utilizada no setor financeiro para transações de pagamento e transferências internacionais de forma mais rápida e segura. Pode ser também aplicada para o registro de patentes, realização de contratos inteligentes, registro completo das atividades envolvidas durante todo o processo, desde a colheita até a fabricação de um produto, entre outras funções.

Os custos operacionais da rede blockchain são altos?

Os custos operacionais da rede blockchain variam muito de acordo com a aplicação, mas pelo fato de ser um modelo distribuído descentralizado, os custos acabam sendo menores do que manter servidores centrais, como acontece no sistema tradicional.

Featured image source: Pixabay

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.