Blacklist: sites fraudulentos que vendem Bitcoins

0 Comentários

lista negra guia do bitcoin Com o sucesso das moedas digitais, em especial o Bitcoin (BTC), muitos golpistas ficaram de olho nesse mercado. Um segmento em que as pessoas investem dinheiro online e garante o anonimato parece o cenário perfeito para grandes fraudes financeiras.

Antes de aplicar o seu dinheiro, pesquise e leia a opinião de quem já está há mais tempo no mercado. Nós, do Guia do Bitcoin, analisamos e testamos dezenas de exchanges e mostramos a você como identificar os sites que não são honestos.

O que os sites golpistas têm em comum

A maior queixa das pessoas que foram enganadas por esquemas fraudulentos é que elas nunca mais viram o investimento de volta. E isso pode acontecer com qualquer um que não preste atenção antes de investir em BTC. Veja algumas características comuns entre os sites que desejam apenas o seu dinheiro:

  • Utilizam mensagens em tom de urgência: “cadastre-se logo”, “aproveite antes que acabe, “esse é o melhor momento”, entre outras
  • Não respondem à perguntas que questionam a credibilidade do negócio
  • Dizem que a mídia é golpista e tenta desvalorizar o esquema para evitar que as pessoas tenham lucro
  • Descrevem o negócio como algo revolucionário, prometendo ganhos astronômicos em pouco tempo

Como analisamos as exchanges

lista negra guia do bitcoin Nós somos entusiastas das criptomoedas e queremos prestar o melhor serviço aos nossos leitores. Por isso, somos incansáveis em analisar e testar todos os sites de trading e de compra de Bitcoin no Brasil que encontramos, a fim de recomendar as melhores opções — e as mais seguras!

A melhor forma de se proteger contra as fraudes é escolher uma exchange regulamentada, como a eToro, que já está há 12 anos no mercado. As corretoras regulamentadas precisam seguir um rigoroso controle de diretrizes para proteger os seus clientes. Além disso, devem ter experiência comprovada no mercado financeiro.

A lista negra do Bitcoin

Durante a nossa pesquisa, também encontramos sites fraudulentos, aqueles que só querem tirar o dinheiro de seus clientes. A grande maioria utiliza o esquema das famosas pirâmides, que explodem e deixam todos os usuários no prejuízo. Veja os principais sites já comprovados como fraude:

 MMM Brasil

O esquema quebrou em abril de 2018
Há diversos chamados no Reclame Aqui, todos sem resposta
O líder do negócio, Sergey Mavrodi, tem prisão decretada na Rússia desde 1994, mas está foragido
O site está fora do ar, mas ainda tenta atrair as pessoas oferecendo uma nova oportunidade de ganhar dinheiro

MinerWorld

✗ O site não traz nenhuma informação antes de você inserir os seus dados pessoais
Na internet, há reclamações de investidores que não recebem seu dinheiro desde outubro de 2017
A justiça brasileira bloqueou cerca de 88,6 milhões de dólares de várias contas da MinerWorld para pagar os investidores

AirBit Club

✗ Negócio comprovadamente no esquema pirâmide
✗ Não há mineração, nem trading de Bitcoins: quem deposita o dinheiro está “dando” para as pessoas do topo da pirâmide
✗ Promete retornos altíssimos sem risco nenhum
✗ O site não menciona proprietário, endereço ou qualquer informação de contato

Telexbit

Há diversos chamados abertos no site Reclame Aqui alegando que o dinheiro depositado na Telexbit sumiu — todos sem resposta
A promessa do site é de ganhar Bitcoin grátis fazendo anúncio e não com transações financeiras
A empresa é do mesmo grupo da TelexFree, que teve suas atividades suspensas e os bens bloqueados pela justiça brasileira em 2017

Alcateia Investimentos

✗ Prometia uma aplicação que rendia 10 vezes mais que a poupança, sem tarifas ou taxas, nem risco de perder o dinheiro
✗ A Justiça encerrou suas atividades em fevereiro de 2018
✗ Mais de 50 mil investidores foram lesados
✗ Há mais de 40 reclamações contra a empresa no site Reclame Aqui, todas sem resposta
✗ Foram bloqueados mais de R$ 870 mil nas contas da empresa, que é investigada pelos crimes de sonegação fiscal, falsidade ideológica, estelionato e formação de quadrilha

Ajuda Bitcoin

O site se auto denomina “de ajuda mútua” e promete pagar mais de R$ 3 mil para quem clicar em páginas de anúncios
Não há mineração, nem trading: se você entrar lá todos os dias e clicar em 30 páginas, vai “doar” Bitcoins para o primeiro da fila
Se ficar sete dias sem clicar nas 30 páginas, perde o que já doou
Na internet há reclamações de pessoas que fizeram mais de 40 “doações” e não receberam nem um centavo

Kriptacoin

✗ A empresa Wall Street Corporate, de Brasília (DF), criou uma moeda falsa (a Kriptacoin) e prometia aos clientes rendimento de 1% ao dia (cerca de 55 vezes o rendimento médio da poupança)
✗ 13 pessoas foram indiciadas pela Operação Patrick da Polícia Civil, em setembro de 2017
✗ Mais de 40 mil investidores foram prejudicados
✗ O grupo arrecadou mais de R$ 250 milhões, utilizados para comprar bens pessoais, como carros de luxo e aviões, em nome de laranjas
✗ A empresa não tinha autorização e nem registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

BitConnect

✗ Chegou a ter uma das criptomoedas mais valiosas do mundo: no início de 2018, o token BitConnect valia 463 dólares e a empresa alcançou um market cap de 2,7 bilhões de dólares
✗ Prometia lucro de mais de 3000% ao ano
✗ Em janeiro de 2018, depois de um vídeo que viralizou na internet, a empresa quebrou: a moeda perdeu seu valor, a empresa encerrou o desenvolvimento e parou de fazer trocas.
✗ Em agosto de 2018, o homem acusado de liderar o esquema da BitConnect na Índia, Divyesh Darji, foi preso em Nova Delhi.

LCF Coin

 A LCF Coin foi prometida como a moeda digital que iria substituir o Yuan chinês, mas nunca chegou a ser lançada
Os divulgadores do esquema pediam às pessoas que se cadastrassem para ganhar o equivalente a 1.300 dólares quando a moeda fosse lançada
Todos os cadastrados forneceram seus nomes completos, endereços, telefones, e-mails e número do RG
Não houve perdas financeiras para os envolvidos, mas a empresa conseguiu arrecadar milhares de cadastros — ainda não se sabe o que irá fazer com eles

Velox 10

✗ Esquema Ponzi (espécie de pirâmide) criado no Brasil em 2017
✗ Promete remunerar os investidores com 1,2% de lucro por dia mais comissão por novos integrantes que eles trouxerem
✗ Há sete tipos de bônus diferentes, todos eles voltados a trazer novas pessoas para o esquema
✗ O grupo financeiro de Singapura, X7 Capital, a quem a Velox 10 diz que pertence, não existe

Conclusão: invista em exchanges certificadas

Como você pôde ver, milhares de pessoas já perderam dinheiro, muitas vezes a economia de uma vida toda, enganadas por fraudadores que não têm nada a ver com Bitcoins ou qualquer outro altcoin. Usam apenas o nome desse ativo que está se chamando muita atenção nos últimos anos para atrair pessoas para seus golpes.

Para evitar ser a próxima vítima, busque sites confiáveis antes de investir o seu dinheiro. Nós estamos aqui para ajuda-lo e fizemos o trabalho duro para que você não perca horas checando as informações. Veja a seguir a nossa lista com os melhores brokers e exchanges de 2018 e invista sem preocupações.