Bitcoin uma comparação ao Ouro

0 Comentários

moeda de bitcoin lado a lado com uma barra de ouro

Não é de hoje que há sempre alguém comparando o Bitcoin ao ouro. Nos últimos anos, esses dois ativos foram comparados várias vezes. Muitas pessoas disseram que têm semelhanças, principalmente por ambos serem uma reserva de valor.

A razão pela qual o Bitcoin foi comparado ao ouro é porque os dois ativos são notavelmente semelhantes. Em um relatório para a SEC desenvolvido pela Bitwise Asset Management, a empresa afirmou que o Bitcoin se tornou “o primeiro produto digital” que o mundo já viu. O relatório acrescentou que existem três atributos principais que diferenciam o Bitcoin de outras commodities no mundo:

  • Fungível
  • Transportável para qualquer lugar
  • Podem ser negociados em exchanges e sem outros intermediários

Recentemente o Bitcoin foi oficialmente definido como uma commodity, a mesma categoria em que o ouro está enquadrado pela CFTC. Outra comparação é no que diz respeito a escassez de ambos os ativos. Apenas uma oferta finita de ouro existe no mundo e o mesmo vale para o Bitcoin. No entanto, existem algumas diferenças interessantes.

Embora não saibamos quanto ouro há, o protocolo do Bitcoin estipula que apenas 21 milhões moedas estarão em circulação, tornando-o o primeiro objeto digital escasso. Além disso, a moeda digital também pode ser facilmente transferida on-line, enquanto o ouro, sendo um ativo físico, apresenta dificuldades de transporte devido ao seu peso em maiores quantidades, sem falar na questão de segurança, é muito caro garantir a segurança do transporte de uma carga de ouro. O que não ocorre com o Bitcoin.

Mas o Bitcoin é um concorrente forte para o ouro?

Um dos principais ativos a ser desafiado pelo progresso do Bitcoin é o ouro. O Bitcoin tem sido repetidamente chamado de ouro digital e tem provado sua utilidade tanto para fundos de hedge quanto para investidores de varejo.

A conversa entre Bitcoin e ouro tomou um novo rumo, quando a Grayscale Investment Group lançou a campanha #DropGold com um grande comercial que mostra o ouro como um ativo do passado. O comercial acrescentou que o ouro não tem “utilidade” neste momento. A campanha ganhou muita atenção, especialmente considerando o desempenho que ambos os ativos tiveram ultimamente.

Logo depois que a campanha inundou as redes sociais, um relatório de Adam Perlaky no World Gold Council quis revidar, afirmando que as criptomoedas estão longe de ser o “porto seguro” que foi anunciado. Perlaky falou sobre a volatilidade do mercado, a falta de regulamentação, a demanda baseada na especulação, a limitada oferta de Bitcoins e muito mais. No entanto, ele destacou que não há nada que possa impedir que “uma criptomoeda aprimorada” chegue ao mercado, o que reduziria o valor geral das atualmente existentes.

Desde que a campanha de marketing foi lançada, ambos os lados defenderam seus ativos. Peter Schiff, fundador e presidente da SchiffGold, declarou que o ouro tem muitas utilidades e “propostas” que o Bitcoin ignora. Além disso, ele disse que o Bitcoin é um ativo sem utilidade, dizendo que não há como “minerar Bitcoin sem usar ouro”.

Schiff acrescentou que os investidores no mercado de criptomoedas não têm experiência e são bastante jovens. Ele disse que não há valor real para o Bitcoin e que usá-lo como uma “reserva de valor” é inútil.

Apesar de tantas críticas muitos entusiastas acreditam que o Bitcoin terá um desempenho positivo nos próximos meses com a expectativa de que uma onda de valorização está chegando, sendo assim a ideia de que o ouro prevalecerá está se tornando mais fraca. Mas vale destacar que o Bitcoin tem passado por algumas instabilidades, e em alguns momentos perdeu a confiança dos investidores devido a golpes e outros eventos prejudiciais a criptomoeda.

Ouro ou Bitcoin? Por que não os dois?

moeda de bitcoin junto a pepitas de ouro

“Ouro ou Bitcoin?”

Acho que o Ouro e o Bitcoin são realmente um pouco complementares – que os pontos fortes de um são os pontos fracos do outro e vice-versa. Isso sugere que o ouro e Bitcoin juntos podem ter um importante papel em nosso futuro. É comum ver o Bitcoin mesmo representado visualmente como uma espécie de “moeda de ouro”.

As forças do ouro incluem a sua história milenar de servir como uma reserva estável de valor. As moedas de ouro que as ricas famílias romanas enterraram sob suas casas, durante o colapso do Império Romano, ainda são valiosas hoje e, indiscutivelmente, ainda valem muito dinheiro.

Esta estabilidade também permite que o ouro seja usado como um padrão de valor para preços e contratos de longo prazo, como empréstimos ou contratos de trabalho. Além disso, há muito: cerca de US$ 7 trilhões de ouro no mundo, em comparação com US$ 131 bilhões do Bitcoin.

O ouro é indestrutível. O ouro também é anônimo, de uma maneira que nenhuma moeda digital poderia ser, mesmo que tente. O ouro é relativamente fácil de transportar e comercializar. Uma barra de ouro se encaixa facilmente no bolso, e dependendo do tamanho é bem valioso.

As vantagens do Bitcoin

No entanto, queremos algo mais fácil para negociar. Uma forma popular de usar Bitcoin tem sido para transações de longa distância. No passado, era preciso usar serviços como a Western Union, que cobra grandes taxas. Além disso, o Bitcoin pode ser subdividido quase indefinidamente e funciona bem para pequenas transações. O Bitcoin pode ser dividido em 8 casa decimais, mas por enquanto ainda não é uma reserva “confiável” ou padrão de valor. Não tem histórico de estabilidade. Por isso, não podemos usá-lo efetivamente como base para o preço ou para contratos de longo prazo.

Assim, posso ver uma situação em que o ouro pode ser usado um pouco como uma “conta de poupança” e Bitcoin como uma “conta corrente”. Você manteria um saldo Bitcoin para as transações, mas talvez não seja uma grande quantidade. Bitcoin poderia ser vendido por ouro, ou ouro para Bitcoin, conforme necessário, para reabastecer sua conta de transação ou transferir valor para ativos de longo prazo.

As pessoas em países com economia frágil, usam outras moedas mais estáveis como uma reserva de valor e também estipulam preços em moedas mais estáveis como euro e dólar. No entanto, as transações reais podem ser feitas na própria moeda do país. Há mil anos – também na localização atual da Turquia – o Império Bizantino tinha um sistema baseado em uma moeda de ouro altamente confiável, o solidus, que não mudou de valor por mais de sete séculos.

No entanto, especialmente durante o século IV, a maior parte das transações foi realizada com uma variedade de moedas “lixo”, cujo valor de mercado contra o solidus mudava constatemente. A China teve uma longa história de uso de lingotes de ouro e prata para grandes transações e moedas de cobre para transações de menor valor.

Penso que seria melhor ter um sistema consolidado baseado em ouro, com uma opção de tipo Bitcoin para pequenas transações eletrônicas. a GoldMoney oferece um serviço como este. Mas, por motivos que incluem os procedimentos contra lavagem de dinheiro, a falta de anonimato e as consequências fiscais das transações em ouro através de uma plataforma eletrônica, as pessoas parecem gostar do Bitcoin. Uma consequência interessante é que nenhum banco central parece estar envolvido. E isso pode ser bom.

Por que escolher ambos?

Daniel Ameduri, um milionário, presidente da Future Money Trends LLC e conhecido especialista com interesse em criptomoedas e ouro, compartilhou seus pontos de vistas sobre os dois ativos.

Darryn Pollock, um dos colaboradores da Forbes, entrevistou Daniel Ameduri, um milionário com interesse em criptomoeda e ouro, ambos conversaram sobre o futuro do Bitcoin, e se os investidores devem investir em criptomoedas, no ouro apenas, ou em ambos.

Ameduri explica que ele foi apresentado ao Bitcoin pela primeira vez quando o preço estava em $ 1.

‘Isso é o que primeiro me atraiu no mercado. Fui a uma conferência sobre criptomoedas em 2011, e provavelmente havia 300 pessoas lá, nenhuma delas estava tentando ganhar dinheiro, elas só queriam construir essa inacreditável alternativa aos mercados financeiros.

“Esse mesmo entusiasmo é muito mais forte hoje, essas pessoas ainda estão lá fora hoje, mas estão aí na casa das centenas de milhares, e acho que o estado do mercado agora é que você tem duas frentes – a blockchain que está sendo implementada por empresas como a IBM, que vai mudar tudo para todos quando se trata da integridade de nossas transações e taxas de custo mais baixo”.

A segunda frente, segundo Ameduri, é o preço da criptomoeda.

Bitcoin valerá US$ 100.000

O presidente da Future Money Trends acrescenta que, é claro, todo mundo quer saber quando a criptomoeda terá outra grande valorização.

“Acho que será outro ano, só porque teve um movimento tão significativo e acho que não vamos entrar em mania por um ano ou dois anos, talvez mais. Ainda precisa resolver seus altos custos por transação.

Ainda é muito cedo, estamos numa fase de construção. Eu diria que mercado de criptos é semelhante a internet e ao e-mail 1990/1991/1992, ainda é muito cedo para as criptomoedas’, diz ele.

“Eu vejo um futuro promissor para o Bitcoin nos próximos cinco anos … porque há apenas 17 milhões em circulação, há muita demanda por ele – então eu diria – embora seja difícil fazer uma previsão de preço porque é especulativo – mas acima de US$ 100.000 é possível, porque há apenas 17 milhões em circulação.

Bitcoin uma reserva de valor dos super ricos

Ameduri acha que o apelo do Bitcoin é que ele está fora do sistema bancário atual e fora das mãos do governo.

‘Eu acho que vai ser usado como uma reserva de valor, especialmente para os super ricos. Eu não acho que o Bitcoin vai ser usado na Starbucks, ou transações do dia a dia, eu acredito que a blockchain pode ser implementada pela Visa e Mastercard, mas eu não acho que as pessoas vão mudar seus hábitos. ‘

“O fato é que, embora o Bitcoin esteja fornecendo uma solução para os ultra preocupados com sua privacidade e acessibilidade ao seu dinheiro, 99% das pessoas lá fora usam cartão e não têm problemas.”

5 a 10% do seu portfólio devem ser metais preciosos

‘Todo mundo diz isso, mas ninguém faz isso. Faça! agora mesmo’, diz o milionário.

O ouro está em uma posição muito boa para pessoas que estão apenas querendo se proteger e ter um pouco de dinheiro fora do sistema bancário. O ouro físico é uma grande reserva de valor; os bancos centrais russos estão comprando, grandes instituições estão se envolvendo.

Segundo Ameduri, a China é a maior produtora de ouro, e nem uma única onça é exportada.

“Na verdade”, ele diz, “eles são o maior criador de ouro, o maior produtor de ouro e o maior importador de ouro, o mesmo vale para a prata, eles são provavelmente o número dois em prata, mas são o maior importador e nenhuma “onça” é exportada.

Bitcoin ou ouro?

‘Todas as pessoas que me apresentaram o Bitcoin em 2011 e 2012, eram todas da comunidade do ouro – cada uma delas. Portanto, há uma forte correlação nisso ‘, diz Ameduri.

Ele aponta para o fato de que as pessoas ainda são atraídas pelo ouro,  porque estão buscando “segurança”, já que o ativo de 5.000 anos ainda é comprado pelos bancos centrais. Então o ouro ainda é visto como dinheiro seguro pelo mundo.

‘No que diz respeito ao que atrai as pessoas ao Bitcoin, algumas pessoas acabam dizendo que o ouro é ouro e eu acho que eles gostam do Bitcoin porque ele é descentralizado, é digital, pode ser armazenado em um drive USB, é portátil e também menos manipulado no sentido de que ainda é um mercado privado.

“O ouro, por outro lado, tem todos os tipos de interferência do governo”, acrescenta Ameduri.

“As pessoas adoram a integridade do Bitcoin e vão perder o interesse pelo ouro, porque o ouro os governos querem meter a mão em tudo.”

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.