Economistas do Federal Reserve colocam a culpa nas altcoins pela queda no preço do Bitcoin

0 Comentários

culpa altcoins

Dois economistas do Federal Reserve de St. Louis, EUA, analisaram a recente desvalorização no mercado de criptomoedas afim de descobrir a possível causa e também para tentar prever o comportamento do preço das criptomoedas no futuro

Segundo David Andolfatto e Andrew Spewak, o aumento da quantidade de altcoins teve grande influencia na desvalorização que houve na capitalização de mercado do Bitcoin e das criptomoedas em geral.

Apesar da desvalorização os dois economistas estão otimista e acreditam que o Bitcoin tem grandes possibilidades de valorização e atingir um valor indefinido devido à sua oferta limitada e demanda crescente, os economistas argumentam que a demanda determina valor, portanto, uma oferta fixa não significa um valor cada vez maior.

Com o número cada vez maior de altcoins, há muitas opções para as pessoas gastarem seu dinheiro, que de outra forma poderiam entrar no Bitcoin se ele fosse a única criptomoeda do mercado.

Os economistas fizeram a analogia abaixo para torná-lo mais simples e compreensível:

“Considere o seguinte experimento mental. Um restaurante que venda refeições por US $ 10 aceitará com prazer o pagamento na forma de uma nota de US$ 10 ou duas notas de US$ 5. Ou seja, a taxa de câmbio nominal entre as notas de 10 e de 5 dólares é de 2: 1. Agora, suponha que a oferta de notas de US$ 5 seja aumentada, mas a oferta de notas de US$ 10 permaneça a mesma. A taxa de câmbio não é afetada […] Ou seja, o aumento na oferta de títulos da nota de US$ 5 levou a um declínio no poder de compra das notas de 5 e 10, embora a oferta das notas de 10 tenha permanecido fixa. Um aumento na oferta de altcoins pode ter um efeito depreciativo semelhante no preço do Bitcoin? ”

Embora não seja uma analogia perfeita, os economistas tentam dar uma idéia de como as altcoins podem ser a causa da desvalorização do preço do Bitcoin, desafiando o argumento dos maximalistas do Bitcoin.

Há também aqueles que tem uma visão mais pessimista e acreditam que o Bitcoin em algum momento atingirá o valor zero, especificamente quando o mercado eventualmente perceber que o Bitcoin não tem “valor fundamental”.

Sobre isso os economistas declararam que, “Pode-se aceitar que o Bitcoin ultrapasse seu valor fundamental sem afirmar que seu valor fundamental é zero”.

“De fato, muitos valores mobiliários são negociados acima do que pode ser considerado seu valor fundamental. O ouro, por exemplo, é negociado acima de seu valor medido por suas aplicações industriais. O dólar dos EUA é negociado acima do seu valor fundamental no cumprimento das obrigações fiscais dos EUA. O valor que algumas pessoas estão dispostas a pagar pelo ouro e o dólar americano reflete o valor que esses objetos possuem como meio de troca. O valor de mercado desses objetos diminuiria, mas não cairia para zero, caso esse prêmio subitamente desapareça”, continuaram.

De acordo com eles, as principais propriedades do Bitcoin, são o acesso sem permissão e gerenciamento de banco de dados descentralizado deram a eles a demanda fundamental, que por sua vez fornece um “limite inferior diferente de zero” de seu preço.

Para resumir, com base na teoria econômica, Andolfatto e Spewak prevêem que o preço do Bitcoin pode ser puxado para baixo se as altcoins forem priorizadas no mercado, e em paralelo, isso também afetará o preço das altcoins existentes.

No entanto, ambos economistas concordam que é muito improvável que o valor do Bitcoin caia para zero, não importa o que aconteça.

SEC coloca criptos como “prioridade de pesquisa” em 2019. Clique aqui para ler mais!

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.