Justiça notifica Foxbit, Braziliex e Mercado Bitcoin para saber se hackers de Sérgio Moro possuem Bitcoin

2s Comentários

O juiz Vallisney de Souza Oliveira determinou que as exchanges Foxbit, Brasiliex e Mercado Bitcoin informem se os quatro suspeitos de invadir o celular do ministro Sérgio Moro têm contas em suas plataformas. Elas serão notificadas para repassar à Polícia Federal e ao Ministério Público o saldo e possíveis movimentações financeiras de compra e venda de criptomoedas desde 1.º de janeiro de 2018 até a presente data.

O desdobramento da “Operação Spoofing” da Polícia Federal, revelou que pelo menos um dos presos utilizava Bitcoin e altcoins regularmente.

Segundo a publicação do site G1, foram apreendidos R$ 100 mil na casa de Gustavo Henrique Elias Santos. Ele é um dos presos na investigação da PF sobre a invasão do celular do ministro. Entretanto, a defesa alega que Gustavo tem como provar a origem dos recursos.

“O Gustavo é DJ, segundo ele, estava operando compra e venda de bitcoin. Ele inclusive me autorizou a dizer isso por que tem como comprovar a origem do dinheiro que tinha em casa“.

Outro fato que chamou a atenção de Vallisney foi a movimentação incompatível com a renda de Gustavo Henrique Santos e sua esposa Suellen Priscila de Oliveira. Eles movimentaram R$627 mil entre março e junho, com uma renda de R$5.058.

“Diante da incompatibilidade entre as movimentações financeiras e a renda mensal de Gustavo e Suelen, faz-se necessário realizar o rastreamento dos recursos recebidos ou movimentados pelos investigados e de averiguar eventuais patrocinadores das invasões ilegais dos dispositivos informáticos (smartphones)”, disse o juiz Vallisney de Souza Oliveira segundo o R7.

O juiz também ordenou que o Banco Central seja oficiado para prestar informações. O magistrado determinou uma ‘pesquisa no Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS). O intuito é comunicar exclusivamente às instituições financeiras com as quais os investigados têm ou tiveram relacionamentos no período do afastamento do sigilo bancário, acelerando, assim, a obtenção dos dados junto a tais entidades’.

“Comunique imediatamente às instituições financeiras o teor da decisão judicial de forma que os dados bancários dos investigados sejam transmitidos diretamente ao Instituto de Criminalística da Polícia Federal, no prazo de 10 dias”, ordenou.

A decisão com relação às exchanges ganha força porque recentemente os filhos do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, falavam sobre a utilização de criptomoedas para o pagamento dos crimes cometidos pelos hackers.

Clique aqui para ler: Tony Vays: “Bitcoin vai chegar a $7.000”

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.