O Futuro do Bitcoin na Índia: Mineração, Exchanges e Depreciação da Rúpia

O anúncio do banimento de notas de Rúpia e captura de dinheiro feita pelo primeiro-ministro indiano Modi chocou a todos e criou “fantasias de indianos correndo para adquirir Bitcoin”. Embora as pessoas acreditem que a Índia será um mercado importante para o Bitcoin em um futuro próximo, a forma como eles adquirem Bitcoin terá profundas implicações sobre como a adoção do Bitcoin cresce na índia.

futuro-do-bitcoin-na-india

Repressão Financeira

Os indianos não confiam no governo ou nos bancos com seu dinheiro. A população da Índia, como a de muitos países em desenvolvimento, mantém sua riqueza sob a forma de e propriedade. Os governos não podem imprimir ouro, e você sempre precisa de um lugar para viver e cultivar.

Uma grande porcentagem da população não tem um ID emitido pelo governo ou uma conta bancária. Eles lidam apenas com dinheiro. A proibição recente de Modi de notas de 500 e 1.000 está causando estragos. O governo emitirá notas novas de 500 e 2 mil rúpias; No entanto, a fim de converter notas antigas em novas, uma pessoa deve fazê-lo através do sistema bancário ou através de uma estação de correios, mas apenas com um ID.

Devido à inflação elevada do CPI e a uma rúpia fraca (INR), os indianos armazenam a riqueza usando o ouro. O ouro em INR (XAU / INR) caiu 8,13% nos últimos quatro anos. Durante o mesmo período de tempo, o INR está depreciado a um índice de 25.18% contra o americano (). O ouro superou em mais de 17%.

grafico-ouro-usd-india

O governo, em sua tentativa de forçar o maior número possível de pessoas a manter sua riqueza em INR, impõe as importações de ouro em 10%.

Por volta de 175 toneladas de ouro foram contrabandeados para a Índia em 2014.

Bitcoin é sem peso e sem fronteiras. Se os pagamentos digitais crescerem rapidamente na Índia, o Bitcoin se tornará uma maneira preferencial de salvar o seu próprio patrimônio. A questão é, como os indianos realmente comprarão seus Bitcoins.

Leia também  A guerra das Ethereum: Uma análise de mercado

Comprando em uma Exchange na Índia

Para a maioria dos usuários de Bitcoin, se você quiser comprar Bitcoin, você transacionará em sua exchange preferida. Para países com pouca ou nenhuma restrição monetária, é bastante fácil comprar o Bitcoin. Os pares de moedas Bitcoin mais líquidos são XBT/CNY, XBT/USD e XBT/JPY.

Quando uma exchange abre em um novo país, eles importam liquidez do exterior. A consideração mais importante para a exchange é a oferta do Bitcoin. Dado que há muito poucas, se houver empresas locais de mineração Bitcoin, a oferta virá de comerciantes dos mercados USD e JPY. Eles não vão provir da China, já que o CNY não é livremente negociável.

Aqui está o fluxo de como um comerciante pode fornecer Bitcoin para a Índia:

  • Mantenha USD capital de giro offshore em uma grande exchange de Bitcoin.
  • Oferte XBT para venda em par a INR, em uma exchange local.
  • Quando alguém compra XBT com INR, compre imediatamente XBT usando USD e envie para a central local.
  • Em seguida, converta o INR para USD e repatrie para o exterior para a sua exchange de Bitcoin.
  • Repita o processo.
  • Se o capital pode fluir livremente entre INR e USD, isso permite que a Índia possa acessar instantaneamente uma grande pool de liquidez em  Bitcoin. Infelizmente, os indianos não podem converter livremente o INR em USD.

O Reserve Bank of India (RBI) permite que uma pessoa possa converter US$ 250.000 em INR em moeda estrangeira a cada ano. A grande ressalva é que você não pode usar essa alocação para comprar divisas no exterior.

Esta restrição torna virtualmente impossível para as empresas comerciais importarem liquidez suficiente para a Índia.

Leia também  Primeiro caixa eletrônico para negociações em Bitcoin chega ao Brasil
btcxindia-exchange-bitcoin-na-india
Imagem: reprodução

O RBI pode permitir uma isenção para de Bitcoin importarem USD para a liquidez de Bitcoin na Índia. Mas essa isenção virá definitivamente com uma pesada tributação. O RBI levantou os direitos de importação de ouro como défice da conta corrente do país e o INR piorou. Eles não vão permitir que outra moeda livre de seu controle, possa sugar a liquidez do INR fora do sistema bancário.

Devido a uma falta de oferta, a comercialização de Bitcoin na Índia é substancial. A BtcXIndia é uma das únicas exchanges operacionais em que podem ser encontrados relatórios com volume de negociação. O volume de negócios de 24 horas é de 170 XBT.

Dado o atual regime de monetária, a única maneira de aumentar a oferta da Bitcoin na Índia é produzi-lo localmente através da mineração.

Minerando Bitcoin na Índia

minerando-bitcoin-na-india

A razão pela qual a China é o maior mercado de Bitcoin do mundo é principalmente devido à grande oferta de que está sendo produzido em CNY termos. Os comerciantes chineses não precisam acessar a liquidez no exterior para adquirir o Bitcoin. Se tivessem que comprar Bitcoin de mineradores no exterior, seria difícil devido às restrições da moeda chinesa.

A China tem eletricidade, mão-de-obra e fabricação baratas. A Índia também possui eletricidade e mão-de-obra baratas, mas não é uma potência mundial na produção de chips de computador. No entanto, estes podem ser importados da China.

Sabe-se que o preço médio por quilowatt-hora da eletricidade na China é por volta de de US$ 0,025 a US$ 0,045, porém não se sabe se as  de mineração indianas poderiam alcançar preços tão baixos. Quando mencionamos a perspectiva da mineração de Bitcoin na Índia, fontes informaram que é possível se trabalhar com hidrelétricas do Himalaia.

Leia também  Snapcard chega ao Brasil trazendo soluções em pagamento via Bitcoin para o E-commerce

A capacidade de mineração na Índia será colocada em linha somente se a demanda por Bitcoin for tão alta que ele empurrar o XBT / INR para um valor substancial sobre o par XBT/USD. Isso pode ocorrer devido a uma pesada tributação, ou uma escassez de comerciantes dispostos ou capazes de vender Bitcoin para INR.

Se o prêmio for maior do que eletricidade e os custos de importação de chips, então a mineração começará internamente na Índia. Nesse caso as farms de mineração de Bitcoin na Índia podem começar a produzir e fabricar seus próprios equipamentos muito como os chineses fazem hoje.

O componente mais importante é a demanda. Naturalmente sem a demanda a mineração de Bitcoin não vai se desenvolver na índia. Sem prêmio, sem mineração. O prêmio de 12% é incentivador, mas com apenas 170 Bitcoins sendo negociados nas últimas 24 horas, a demanda ainda não é suficiente para convencer os empreendedores a construir novas farms de mineração na Índia.

A natureza dos regulamentos financeiros indianos exigem que a oferta seja fornecida através da mineração. É preciso tempo para que o mercado produza sinais para os possíveis mineradores começarem a construir uma farm. A Índia ainda será um grande mercado de Bitcoin, mas este processo levará tempo.

Via: BitMEX Crypto Trader Digest
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *