O fim dos bancos e a era do dinheiro eletrônico e criptomoedas

Você já parou para pensar no porquê você confia todo o seu a um Banco? Aliás: para que serve o banco? 

o-fim-dos-bancos-o-dinheiro-eletronico

Qual a real utilidade dos ?

  • Segurança: Eles detêm grandes somas de ativos em nome dos depositantes.
  • Transferência de : Eles ajudam a mover ativos entre entidades.
  • Crédito: Através de cartas de crédito e empréstimos, os bancos “lubrificam” as rodas da economia e ajudam-na a crescer também.
dinheiro-digital-banco-bitcoin
Imagem: reprodução

Os bancos realizaram essas três funções por milhares de anos. No entanto, os bancos não podem operar no vácuo. Para desempenhar suas funções, eles precisam proteger a riqueza e fazer cumprir os contratos. Os governos fornecem esses serviços aos bancos.

Porque os governos têm uma licença para prejudicar ou matar seus cidadãos se eles roubam bancos ou não seguem ordens judiciais, eles podem proteger os ativos dos bancos e rentabilidade.

Em troca, os governos usam bancos para monitorar e controlar o fluxo de dinheiro através de uma economia. Eles também usam os bancos como agentes fiscais e de criação de dinheiro. Os governos usam a ameaça de nacionalização e expropriação de bens para forçar os bancos a seguir seus diktats.

Enquanto os bancos e os governos precisam uns dos outros, o relacionamento nem sempre é harmonioso. Bancos que procuram lucro, sobre-estendem crédito e rotineiramente falham. Os governos devem então forçar os custos de recapitalização dos bancos aos seus cidadãos. Isso nunca é popular.

Os governos gastam mais do que podem cobrar em impostos. No extremo, isso faz que o colapso da e hiperinflação. Quando isso acontece, os governos nacionalizam os bancos e os obrigam a emprestar ao governo.

Até agora, os governos precisavam de bancos para emitir moeda, acompanhar e emprestar. O advento da banca central não mudou isso. Os bancos centrais simplesmente tentam controlar uma cabala de banqueiros interessados com diferentes graus de sucesso. Os governos anseiam por um controle irrestrito. Enquanto eles têm uma licença para acabar, eles ainda precisavam de bancos para controlar o fornecimento de dinheiro.

Leia também  Executivos da Netflix querem que o Bitcoin se torne moeda global e adotarão uso dela

O dinheiro está entrando na era . Os governos globalmente estão tentando livrar o mundo do dinheiro físico. O dinheiro físico não pode ser controlado por uma autoridade central. Usando o dinheiro, a população pode conduzir a atividade econômica fora do “olho que tudo vê, de Sauron”.

O Futuro: eFiat (ou e-Moedas)

Imagem: reprodução

Os ledgers digitais, blockchains e bancos de dados, quando aplicados ao dinheiro podem centralizar completamente suas funções. Agora que o mundo está conectado via dispositivos habilitados para internet, o dinheiro pode se tornar puramente digital.

Se o dinheiro é puramente digital, por que os governos precisam de bancos para salvaguardar, transferir e emprestar? Com um banco de dados central, o banco central pode controlar completamente a oferta monetária.

O Banco Popular da (PBOC) pretende emitir um Yuan eletrônico. Um dia, o PBOC poderá declarar todas as notas físicas inválidas após uma determinada data. A fim de manter sua riqueza, você deve oferecer suas notas para um escritório do governo ou banco. Em seguida, o eYuan emitido pelo governo será transferido para a sua carteira carteira on-line (wallet similar a do Bitcoin).

Configurar uma carteira de eYuan será muito simples. Bastará fazer um login em uma página da Web, fornecer seu cartão de identificação nacional e um número de telefone celular. E então você terá uma carteira de eYuan vinculada a esses dados pessoais. Se o governo realmente estiver antenado, eles também fornecerão um aplicativo para celular.

Leia também  Banco Central de Hong Kong testará a tecnologia por trás do Bitcoin

Usando códigos QR, aplicativos de mensagens instantâneas ou strings de caracteres exclusivos, você pode enviar o eYuan qualquer pessoa ou converter em qualquer moeda eletrônica instantaneamente. Será apenas como WeChat ou Apple Pay.

A base de dados central será mantida peloBanco Popular da China (PBOC). Eles agora podem ver com total clareza toda a atividade econômica que acontece dentro da China. Será quase impossível envolver-se em atividade econômica sem licença. Qualquer comerciante ou prestador de serviços não conforme não poderá efetuar transações.

Se o PBOC quiser aumentar a atividade econômica através de empréstimos, eles não precisam mais confiar em seus bancos membros para seguir as instruções de Pequim. Eles podem dispensar o crédito diretamente àqueles que julgam dignos.

Através do eYuan, o Banco popular da China interage diretamente com cidadãos e empresas, obviamente sem a necessidade de bancos privados ou mesmo estatais.

As criptomoedas sobreviverão?

Em um mundo onde todas as transações financeiras conduzidas na base do dinheiro eletrônico são completamente transparentes, ainda há um papel para criptomoedas não controladas pelo governo. Assim como a troca de dinheiro físico ou de crédito bancário por ouro atualmente é permitida, o Bitcoin poderá ser comprado com dinheiro do eFiat. Essas transações serão fortemente regulamentadas e tributadas, mas elas ainda serão possíveis.

Comerciantes que desejam fornecer bens e serviços não licenciados aceitarão Bitcoin e outras moedas similares. À medida que avançamos para um regime monetário puramente digital, será fomentado a criação de uma economia de criptomoedas naturalmente.

O outro benefício do movimento para uma sociedade sem dinheiro em papel, é que as pessoas estarão mais confortáveis ao acessar sua riqueza a qualquer momento através de um dispositivo conectado à Internet. As gerações mais jovens vão amadurecer sem o conceito de dinheiro táctil. Eles podem conceituar o valor em uma forma puramente digital.

Leia também  Lisk lança seu roadmap completo de desenvolvimento

Crescemos com representações físicas do dinheiro. É um estiramento mental para conceber o dinheiro digital puro. É por isso que a adoção de Bitcoin e outras criptomoedas permanecerá difícil para gerações mais velhas.

A conversão de dinheiro físico em dinheiro digital não será um processo suave. Olhe para o caos causado pelo primeiro ministro da Índia, Modi. Durante a noite, 86% da moeda em circulação valeu menos do que um papel higiênico.

O dinheiro eletrônico o, eFiat ou eMoeda está mais próximo de nós do que imaginamos. Antes que impostos exorbitantes sejam aplicados sobre a conversão de eFiat em Bitcoin, você estará diversificando sua riqueza em várias formas de criptomoedas. Um exemplo é com a Índia, onde o Ouro agora é comercializado perto de US$ 3.000 por onça (quase 2.5x seu preço fora da Índia), sinônimo de uma economia depreciada e uma alternativa que as pessoas encontraram de proteger o seu capital.

Lembre-se sempre: aqueles que vendem primeiro, vendem melhor.

Via: BitMEX
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *