Banco da Índia lançará sistema de pagamentos com a Ripple

A Axis Bank, com sede na Índia, começará em breve a alavancar a tecnologia de contabilidade distribuída.

Anunciado esta semana, o Axis usará a rede da Ripple para transações transfronteiriças. Conforme relatado pela fonte regional de notícias “The Economic Times”, a tecnologia subjacente da solução permitirá a liquidação em tempo real para pagamentos transfronteiriços – uma área que o banco está apontando para o crescimento futuro.

“Estamos empenhados em usar a inovação em tecnologia para tornar o sistema bancário simples e conveniente para nossos clientes”, disse o vice-diretor Srinivasan em um comunicado.

O lançamento ocorre apenas alguns meses depois da Axis ter se associado ao Kotak Mahindra Bank, outra instituição bancária indiana, para testar novos serviços voltados para o cliente. Em outubro, as fontes da imprensa informaram que os funcionários do Axis estavam se preparando para o lançamento de potenciais produtos utilizando a tecnologia, mas se opuseram quando perguntados sobre eventuais datas de lançamento.

“Nós vamos apresentar as soluções para nossos clientes em breve, mas não queremos nos comprometer a qualquer prazo”, disse o presidente do banco e CIO, Amit Sethi.

Foi no meio do ano passado que o trabalho do Axis Bank com blockchain começou a surgir, como relatado pelo The Economic Times. Durante o verão, o banco lançou um novo acelerador da FinTech visando, em parte, explorar novos serviços para blockchain.

Leia também  Enterprise Ethereum Alliance adiciona mais 86 membros ao Consórcio de Blockchain, incluindo a Samsung e a Toyota
Mas o Axis não é o único banco na região avançando com a tecnologia blockchain.

A instituição bancária indiana Yes Bank, no início deste mês, anunciou que havia desenvolvido uma solução de financiamento de fornecedores baseada em blockchain, alavancando o código aberto Hyperledger como base.

Os desenvolvimentos sugerem que a Índia pode surgir na vanguarda do teste da tecnologia blockchain em empresas  ainda este ano, se estes desenvolvimentos continuarem ganhando força.

Via: Coindesk
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *