Quer uma dica? Compre Verge. Saiba como funciona o “Protocolo Wraith”

rosto homem no escuro

O Blackpaper v3.0 Verge foi lançado e o protocolo Wraith, a próxima atualização importante da criptomoeda Verge, está se aproximando. Então, o que é o protocolo Wraith? Como funciona? O que esse protocolo significa para a própria Verge? Wraith Protocol, todos falam sobre isso, mas ninguém realmente sabe “o que é”.

Mas antes de começar a responder a todas essas questões, é importante entender o conceito básico do “Ledger”.

O que é um Ledger?

Simplificando, um ledger blockchain é semelhante a um banco de dados onde todas as transações são registradas. No caso do Bitcoin, a blockchain é pública, o que significa que todas as transações podem ser vistas abertamente e vinculadas ao seu endereço público através do explorador. Uma rede também podem ser privada, onde os dados da transação estão ocultos e não podem ser visualizados.

Até agora, ambos os tipos de registros eram mutuamente exclusivos, por exemplo, não podiam coexistir na mesma rede blockchain. O que isso importa para o usuário? O usuário precisa escolher uma criptomoeda específica, caso ele queira fazer transações anônimas.

Então fica a perguta: Não é possível ter privacidade e transparência na mesma criptomoeda? Não seria mais fácil ter ambos os livros geridos no mesmo bloco, de modo que o usuário não precise alternar entre as soluções existentes?

Leia também  PIVX garantirá privacidade financeira absoluta com integração do protocolo Zerocoin

O protocolo Wraith resolve esse problema fornecendo o poder da escolha.

O que é o protocolo Wraith?

O Wraith Protocol é uma tecnologia que permite ao usuário alternar de forma clara entre livros públicos e privados no Verlock Blockchain. Pela primeira vez, os usuários agora são livres para escolher qual o “livro” eles querem utilizar.

Quando o protocolo Wraith está ativado – os dados da transação estão ocultos e não serão visíveis através do explorador de cadeias de blocos.

Em uma circunstância onde a transparência é necessária, o protocolo Wraith seria DESLIGADO, permitindo que os dados da transação fiquemm visíveis no livro público.

Além disso, a Verge oculta totalmente os endereços IP em ambos os casos, graças à versão mais avançada do TOR integrada no Core Wallet. Em combinação com o protocolo Wraith, a Verge é a única criptomoeda verdadeiramente anônima.

Como o Wraith Protocol funciona na prática? É muito simples. Quando o usuário inicia uma transação com o Core Wallet, o botão de alternar é ajustado para “ON” e o ledger privado é ativado. Defina-o como DESLIGADO e a conta-pública está ativa. O processo está ilustrado abaixo:

infográfico protocolo wraith criptomoeda verge

O que essa atualização significa para o futuro da Verge?

Quando a transparência é essencial, uma blockchain pública é a solução. Um comerciante por exemplo que precisa manter um histórico de suas transações para fins contábeis, etc.

Leia também  Goldman Sachs informa: Bitcoin ficará acima de US$ 3.600

Por outro lado, uma blockchain privada também tem suas vantagens. Em primeiro lugar, a privacidade é um direito humano básico. Em segundo lugar, uma rede blockchain privada pode ser usado para fins comerciais, como a realização de transações comerciais e o tratamento de informações confidenciais. Pense em um empresário que deseja manter uma parte da sua atividade invisível pelos concorrentes para se manter à frente no mercado. Outro exemplo seria uma ONG que opera em um ambiente político hostil e recebe apoio financeiro de forma confidencial.

Wraith Protocol fornece ao usuário o poder da escolha, com uma flexibilidade e segurança incomparável. O alto volume da Verge, taxas baixas, velocidades de transações ultra rápidas e funcionalidade de contratos inteligentes criaram a receita perfeita para a adoção geral, ao mesmo tempo em que colocou sua privacidade em primeiro lugar. Como Edward Snowden disse uma vez,

” Bitcoin é ótimo, mas se” não é privado, não é seguro “

A implementação do BIP65 no Verlock Blockchain possibilita a troca de moeda da Verge através de swaps atômicos, o que elimina a necessidade de “terceiros confiáveis”.

Leia também  Preço da Ethereum sobe à medida que as empresas a adotam

Finalmente, para fornecer um nível adicional de segurança, esta atualização também inclui funcionalidade de bate-papo p2p criptografada bidirecional na carteira do núcleo, que protege o usuário final contra métodos de vigilância, como a stylometria. Chamamos isso de Visp.

Fique atento ao anúncio de lançamento oficial e confira o Blackpaper v3.0 Verge  para mais detalhes técnicos sobre o protocolo Wraith!

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]
loading...

Relatório diz que Coréia do Norte roubou bitcoins da Coréia do Sul por anos

Os hackers norte-coreanos roubaram cerca de 100 milhões de won coreanos, ou US$ 88.000, no valor de bitcoin das bolsas sul-coreanas a cada mês de 2013 a 2015, segundo a Yonhap…

0 Comentários

CryptyoChips: Jogue e ganha recompensas em Bitcoin!

A gigante de tecnologia japonesa GMO está lançando um videogame que permite a distribuição de criptomoeda como remuneração dentro do aplicativo de jogo e o oferecerá através de uma empresa…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link