Venezuela: Enquanto criptomoeda estatal “Petro” inflaciona o bolívar em 454%, Bitcoin está salvando as pessoas da fome

A inflação descontrolada continua a desvalorizar o Bolívar venezuelano (VEB), mesmo quando o governo autoritário do país procura desviar a atenção da economia em dificuldades, divulgando a sua criptomoeda “Petro”.

Segundo a Reuters, os preços na Venezuela subiram 454% durante o primeiro trimestre de 2018 e aumentaram em 8.900% nos últimos 12 meses.

Esses números são da Assembléia Nacional controlada pela oposição e estão em grande parte de acordo com estimativas de economistas independentes. O banco central da Venezuela, entretanto, não publicou dados oficiais de inflação em mais de dois anos.

Essa hiperinflação deixou a Venezuela à beira do colapso econômico, e os moradores estão fugindo do país a uma taxa estimada de 5.000 migrantes por dia. Até o final do ano, mais de 5% da população do país – ou 1,8 milhão de pessoas – terão deixado a Venezuela.

Leia também  Venezuelanos que mineram Bitcoin estão sendo presos e extorquidos pelo governo por "roubo de energia"

Mas, em vez de abordar esses problemas, o governo do que já foi o país mais rico da América Latina continua a cantar os louvores da Petro, sua nova criptomoeda apoiada pelo Estado.

O presidente Nicolas Maduro declarou que a Petro tem curso legal e afirmou que sua oferta inicial de moedas (ICO) levantou mais de US$ 5 bilhões de investidores em todo o mundo. Recebeu até o “Prêmio Satoshi Nakamoto” da Associação Russa de Criptomoeda e Blockchain, prêmio que recebeu por motivos duvidosos.

Notavelmente, a legislação declarou a Petro ilegal, e muitos analistas continuam a duvidar que ele realmente existe.

O Bitcoin está salvando a Venezuela

Mas enquanto Maduro diz que o Petro é a solução para todos os males da Venezuela, os moradores do país estão se voltando para outra criptomoeda para garantir sua riqueza em meio ao turbulento cenário econômico: o Bitcoin.

Leia também  Preços do Bitcoin subiram para $ 7.200 no Zimbábue devido a turbilhão econômico

Dados da plataforma de negociação de criptografia de P2P (P2P) LocalBitcoins mostra que o volume de negócios de VEB/BTC tem aumentado constantemente ao longo de 2018. Durante a segunda semana de abril, esse par de negócios viu 645 BTC em volume, o que significa aproximadamente US$ 5,1 milhões. à taxa de câmbio atual.

Os 5 problemas com as ICO’s

As chamadas ICO‘s (Oferta Inicial de Moedas – pense: crowdfunding para startups de criptomoedas) estão acontecendo com mais freqüência e em escala ainda maior. Embora seja super emocionante, existem algumas…

0 Comentários

Hiperinflação: Venezuela entra em colapso econômico e o Bitcoin é meio de sobrevivência

À medida que a hiperinflação arrasa com o valor do bolívar, cada vez mais venezuelanos se voltam para o Bitcoin como um método estável de geração de renda em meio…

0 Comentários