Veículos elétricos movidos a blockchain

0 Comentários

A CyClean está lançando uma frota de veículos elétricos com para reduzir as emissões de carbono e recompensar seus usuários, mas ela não está sozinha. Conheça algumas iniciativas que combinam veículos elétricos e blockchain. 

Veículos rodoviários, como carros, caminhões e motocicletas, são os maiores contribuintes das emissões de CO2 no setor de transporte. Em São Paulo, os carros representam 72,6% da emissão de C02, tornando o índice de poluição nas cidades cada vez mais insustentáveis.

Buscando resolver o problema da emissão de C02 dos veículos, a CyClean, startup sediada em Singapura, está lançando uma frota de carros, bikes e motos elétricas combinadas com a blockchain e criptomoedas. O uso da blockchain para solucionar problemas ambientais também foi pauta do relatório do FEM, descrevendo mais de 60 uso da blockchain para proteção ambiental.

De acordo com o white paper da CyClean, os usuários que alugarem seus produtos energeticamente eficiente serão recompensados com criptomoedas. Os veículos elétricos fornecidos pela CyClean são atualizados com um chip que se conecta ao servidor CyClean, rastreandoas viagens e utilizando a blockchain para distribuir as criptomoedas para os usuários, de acordo com os kilometros percorridos.

A CyClean recentemente concluiu sua Oferta Inicial de Moedas Inicial (ICO), lançando a CyClean Coin (CCL) que está listada na HitBTC e está sendo negociada no momento de escrita desse artigo por 0.0001 ETH, de acordo com o CoinMarketCap .

Outras Iniciativas

O uso da tecnologia blockchain para ajudar o meio ambiente utilizando veículos elétricos estão começando a aparecer em várias partes do mundo. Algumas outras iniciativas interessantes estão sendo desenvolvidas pela Share & Charge, Seven Stars Cloud Group (SSC) e IBM.

O eWallet Car é um carro elétrico e uma plataforma de transação desenvolvido pela IBM que permite uma integração completa de ponta a ponta de serviços, mobilidade, veículos e infraestrutura. Usando a tecnologia blockchain, os eWallet Car se transformam em entidades empresariais que podem pagar autonomamente por serviços. E tudo isso com baixos custos de transação, sem risco de credor e segurança total devido a um histórico imutável de transações. E tudo isso sem emitir gases poluentes. Incrível, ne?

A empresa norte-americana de tecnologia Seven Stars Cloud (SSC) anunciou um acordo com a maior operadora de ônibus elétrico da China, a National Transportation Capacity Co Ltd (NTS) para fornecer serviços financeiros usando a tecnologia blockchain. A parceria é parte do plano da China de substituir todos os ônibus elétricos até 2021, reduzindo significativamente sua emissão de gases causadores do efeito estufa.

A EMotorWerks usa a plataforma Share & Charge desenvolvida pela MotionWerk, aproveita a blockchain da para rastrear as transações de cobrança e o pagamento de câmbio entre o cliente e o host. A ideia é criar um mercado peer-to-peer de bateriais, que permita que os motoristas paguem uns aos outros pelo uso de seus carregadores elétricos domésticos. O projeto já está sendo implementado na Alemanha, Califórnia e Roma.

Leia também  Preço do Bitcoin volta a cair para menos de $7.800 com correção natural: futuro continua otimista