4 razões para a valorização do Bitcoin e uma nova alta em 2019

2s Comentários

 

Existem algumas teorias sobre o que causou isso mais recentemente, então sente-se e segure-se enquanto analisamos os 4 possíveis motivos para a recente alta do Bitcoin.

A ação de preço de hoje marca uma novíssima alta de 2019, quando o Bitcoin conseguiu uma valorização para uma alta intraday de US$ 9386, diminuindo ainda mais o domínio dos ursos e dando mais combustível para a alta.

Mas então, o que realmente fez o Bitcoin subir desta vez?

Binance fechada para clientes dos EUA

Na sexta-feira passada, o anúncio da exchange de fechar os serviços da Binance.com para clientes nos EUA foi um choque e um golpe, não apenas para a BinanceCoin, que teve uma perda de 17% após as notícias, mas também de outras altcoins que mergulharam como resultado do corte dos EUA.

O rescaldo de uma reviravolta bastante dramática de eventos talvez não seja uma surpresa, já que a Binance possui um dos maiores volumes globais de criptomoedas do mundo.

A exchange revelou a perda de mais de 40 milhões de investidores dentro de sua base de clientes nos EUA, o equivalente a 15% do tráfego mensal da Binance caindo no total. No entanto, o Bitcoin mostrou um relativo aumento, com uma valorização de 6% no dia do anúncio e fechando acima dos US$ 8700, ganhos que continuaram aumentando durante todo o final de semana.

Guerra comercial EUA-China

Enquanto a terrível notícia abalava o mundo financeiro, a guerra comercial EUA-China está provando ser um dos maiores cataclismas de 2019, com os investidores especulativos tendo sérios prejuízos, com stocks sem brilho que estão caindo devido à incerteza econômica. Enquanto o Bitcoin está provando ser uma reserva de valor nestes tempos de incerteza, como observado por muitos analistas conhecidos:

De acordo com um colaborador da Forbes e professor de economia, Panos Mourdoukoutas, o Bitcoin está “se transformando no novo ouro”, após a guerra comercial EUA-China, com os investidores preocupados com o mal-estar, muitos vão “buscar abrigo” dentro das criptomoedas.

Na estimativa de Mourdoukoutas, a ascensão do Bitcoin está diretamente correlacionada a uma potencial venda de títulos do Tesouro dos EUA pela China, que tem mais de US$ 1 trilhão em títulos como parte de sua gestão de política monetária.

O Ruggero Gramatica, fundador e CEO da Yewno, também prescreve esta teoria:

“Bitcoin como uma reserva de valor poderia se beneficiar da venda de títulos do Tesouro dos EUA”, disse Ruggero.

“O Bitcoin, no entanto, pode receber um excedente de fluxo de dinheiro como uma reserva alternativa de valor, elevando os preços das criptomoedas. O Bitcoin e, consequentemente, outras criptomoedas, são possivelmente uma reserva de valor superior devido à sua durabilidade, oferta limitada, inflação previsível e facilidade de transferência”.

Anúncio Bakkt

Na semana passada, a Bakkt divulgou uma data oficial da fase de testes futuros de Bitcoin, revelando que o teste de derivativos BTC entraria em vigor em 22 de julho. Enquanto a ação do preço em torno deste anúncio foi bastante fraca, tendo em vista a promessa do influxo de investimento institucional no mercado de criptomoedas.

A Bakkt, sem dúvida, fornecerá legitimidade e uma adoção mais ampla para o Bitcoin, com sua empresa-mãe, a ICE, tendo como objetivo posicionar o Bitcoin como uma “moeda global confiável”.

Halving Bitcoin

Como sempre, antes da chegada de um halving, parece que mais e mais pessoas começam a perceber as consequências potenciais da redução da oferta.

No passado o Bitcoin teve uma grande valorização meses antes da chegada do Halving, por exemplo, preço de Bitcoins um ano antes do primeiro halving era de US$ 2,55, um ano depois foi de US$ 1037, da mesma forma, o preço antes do segundo halving era de US$ 268, e depois chegeou em US$ 2.525.

Em essência, quanto menos Bitcoin é produzido, mais valioso ele se torna. Essa escassez fornece valor graças ao princípio de oferta e demanda, uma teoria na qual uma oferta limitada de um ativo, combinada com alta demanda por ele, resulta em um aumento do valor percebido do ativo.

Conforme relatado, Alyse Killeen – sócio-gerente da StillMark Capital – defende a opinião de que este iminente “choque de oferta” é diretamente responsável pela recente valorização do Bitcoin:

“O futuro halving, um evento que vai reduzir pela metade a recompensa por bloco minerado, é um acontecimento onde há uma demanda maior por Bitcoin e isso num momento onde está sendo criado novas modalidades de acesso ao ativo. Por isso há a expectativa de que haverá uma parcela maior de usuários e consumidores que têm apetite pelo Bitcoin “, disse Killeen.

O que você acha que é o responsável pela recente valorização do Bitcoin? Deixe-nos saber sua opinião nos comentários abaixo!

Clique aqui para ler: Relatório aponta: Litecoin valorizou mais que o Bitcoin em 2019

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Escreva um comentário

2 Comentários

Pessoal…. A 4 anos atras…. Conheci o bitcoin. Eu tinha escritorio de cambio…. E percebi que meus clientes estavam sumindo.

Hoje estou no ramo…. E entendo pq o cambio eata acabando…. Compra e venda de dolares

Quero ganhar com voces

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.