Usuários Ethereum apoiam novo hardfork

O principal desenvolvedor Ethereum Vlad Zamfir realizou uma pesquisa em seu Twitter e coletou opiniões de usuários sobre a ideia de um hardfork, que pode tornar os mineradores ASIC inúteis. Como resultado, mais da metade dos que votaram apoiam tal iniciativa.

No total, 6.903 pessoas participaram da pesquisa “Você apoia o hardfork, que tornará as mineradoras ASIC ineficazes”? 57% dos entrevistados manifestaram apoio ao hardfork, 10% observaram que essa era uma “questão complexa” e 20% se abstiveram. Apenas 13% dos usuários votaram contra o hardfork.

Os sistemas ASIC baseados em circuitos integrados especiais são o equipamento mais rentável para a mineração de criptomoedas. No entanto, ao contrário dos processadores tradicionais e placas de vídeo, esses equipamentos não são dispositivos “multiuso”, eles são desenvolvidos para tarefas específicas e podem se tornar inúteis no caso de pequenas mudanças nos algoritmos de mineração.

Leia também  Energéticas russas podem passar a vender eletricidade excedente para mineradores de criptomonedas

Por sua vez, o protocolo Ethash, que é a baseda criptomoeda Ethereum, bem como a Ethereum Classic e uma série de outras altcoins, podem ser mineradas através de GPU.

Em 26 de março, saiu a notícia do sucesso do desenvolvimento do chip ASIC-miner para Ethereum da Bitmain. Além disso, três outras empresas estão trabalhando nesse setor, entre as quais, provavelmente, a Halong Mining, que recentemente se uniu a startup Blockchain Defensive Patent License, com uma patente para a versão aberta da tecnologia AsicBoost.

Considerando que a Bitmain é o maior fabricante de equipamentos para mineração, o desenvolvimento de novos sistemas especializados geralmente provoca discussões calorosas entre os membros da comunidade de criptomoedas, que temem a centralização dos mineradores.

Por exemplo, os desenvolvedores da Monero a cada seis meses fazem alterações nos algoritmos para excluir a possibilidade de mineração de moedas com a ajuda de sistemas ASIC. No entanto, isso não impediu a Bitmain de anunciar um novo ASIC-miner para a Monero. Posteriormente, o principal desenvolvedor desta criptomoeda, Ricardo Spagny, disse que o novo equipamento provavelmente levará à centralização do poder de computação nas mãos de um ou vários mineradores. Por isso, a equipe Monero planeja modificar o algoritmo PoW na próxima atualização da rede.

Além disso, os desenvolvedores da Ethereum afirmaram diversas vezes que, no futuro, planejam abandonar o protocolo Proof of work (PoW) em favor do Proof-of-Stake (PoS), o que reduzirá significativamente o papel da mineração. As notícias sobre o desenvolvimento de mineradores ASIC para Eth, fez muitos usuários entenderem como um sinal de confiança da Bitmain, e que a Ethereum não será capaz de mais uma vez fazer um hardfork na rede e criar um novo “Ethereum Classic”.

Leia também  Coinbase Custody: startup lança novo serviço para investidores

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Investidores perdem US$50 milhões ao investir em esquema Ponzi

Até US $ 50 milhões podem ter sido roubados por um grupo internacional de investidores depois de colocar seu dinheiro em um esquema de investimento bitcoin chamado BTC Global. Um…

0 Comentários

Início de uma alta? Mercado de Criptomoedas sobe para US$ 374 bilhões

Hoje 20 de abril, os fortes desempenhos das principais criptomoedas, como o bitcoin e o Ethereum, levaram a valorização do mercado de criptomoedas a US $ 374 bilhões. Durante todo…

0 Comentários