UNICEF convida mineradores de criptomoedas a salvarem as crianças da Síria

0 Comentários

A invenção das criptomoedas é uma revolução nas finanças modernas, mas também tem implicações de longo alcance em muitos outros campos. Por exemplo, uma nova iniciativa da UNICEF aproveita o poder da mineração de criptomoedas para criar uma nova forma de filantropia.

Minerando criptomoedas para o bem maior

Em 2 de fevereiro, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou um novo programa de angariação de fundos destinado a ajudar a financiar as necessidades de proteger as crianças da Síria. Chamado de “Gamer Chaingers”, o projeto usa mineração de criptomoedas como um método para arrecadar fundos sem pedir doações de monitoria.

As pessoas que desejam participar do programa inovador da UNICEF podem visitar seu site, baixar o software de mineração e receber instruções simples sobre como operá-lo. De acordo com as estatísticas exibidas no site, o programa já possui 323 participantes de mineração a partir do momento da escrita.

O site explica para aqueles que não estão familiarizados com a área:

“Hoje, as ONG’s muitas vezes solicitam as mesmas pessoas com os mesmos métodos, mas as criptomoedas e sua abordagem revolucionária são uma oportunidade para levantar fundos de forma diferente. Você já ouviu falar de Bitcoin? Ethereum é o mesmo, exceto que você pode mais facilmente “minerar” as moedas Ethereum através do seu computador e esse dinheiro irá diretamente para a carteira da UNICEF”.

Veja o vídeo da campanha abaixo: 

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.