Uma nova era para o Bitcoin no Brasil? Câmara dos Deputados analisará projeto que regulamenta uso de bitcoins

Uma nota publicada ontem (17) na coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, informa que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou para a próxima quarta-feira (24), às 11 horas, a instalação da comissão especial que analisará o projeto de lei que regulamenta o uso de bitcoins e outras moedas virtuais, assim como os programas de milhagem.

O texto informa que a medida teria sido tomada como uma reação tanto à onda de ataques cibernéticos ocorridas na última semana, quanto à polêmica recente envolvendo um filme da Disney. Na segunda-feira (15), o presidente e CEO da Disney, Bob Iger, disse que hackers exigiram uma grande quantia de dinheiro em bitcoins para não divulgarem trechos de um dos próximos lançamentos que alegam ter roubado. O FBI investiga o caso.

Leia também  Startup de Tecnologia inicia "Universidade de Criptomoedas e Blockchain"

De acordo com a Folha, o projeto a ser avaliado pela comissão que será criada foi apresentado em 2015 pelo deputado Aureo (SD-RJ).  O parlamentar afirma nas justificativas que “há riscos potenciais em relação aos bitcoins”, que funcionam no ambiente virtual sem regulação no Brasil ou no exterior. O deputado incluiu no documento os programas de milhagem de companhias aéreas, que, segundo ele, podem também servir como moeda na internet.

A proposta submete ao Banco Central e ao Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) a disciplina sobre as moedas eletrônicas, além da venda de milhas aéreas. Após ser instalada, a comissão deverá ser presidida pelo deputado Alexandre Valle (PR-RJ) e relatada por Expedito Netto (PSD-RO).

O que você acha dessa decisão? Participe da nossa enquete abaixo!
Carregando ... Carregando ...

Via: FintechLab

loading...

1 comentário


  1. Moedas digitais é o dinheiro do futuro! Ninguém pode barrar a tecnologia! Claro que sou a favor dá liberação. Olhe os países desenvolvidos como EUA, China, Japão, Rússia e toda a Europa já o usa sem nenhuma dificuldade!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *