Tutorial Trezor: Como configurar e utilizar sua Hardware Wallet

Em um post anterior falamos sobre dicas de segurança que incluía o backup de sua carteira, usar 02 fatores de autenticação e manter seus Bitcoins em armazenamento a frio.

Quanto maior segurança para o seu bitcoin, menor será as possibilidades que você terá em gastar suas moedas. Por exemplo, o armazenamento de suas moedas em uma carteira de papel, que é considerada muito segura, permitirá que você apenas a utilize para depósitos. Quando você quiser gasta-los você terá que exportar suas chaves privadas, para uma plataforma online.

O que é um Trezor e por que é diferente?

>> Compre seu Trezor aqui

Trezor  é uma carteira Bitcoin offline. Ele mantém suas chaves privadas e pode assinar uma transação sem a necessidade de conectar-se à internet. O Trezor parece dar-lhe o melhor dos dois mundos, pois funciona como um dispositivo altamente seguro de armazenamento a frio caso você use-o offline, mas também permite-lhe flexibilidade quando se quiser gastar suas moedas. O dispositivo é muito pequeno e você pode carregá-lo em seu chaveiro ou mesmo no seu bolso. Então você pode armazenar seu Bitcoins offline e quando quiser gastá-los basta conectar seu dispositivo Trezor a qualquer computador. O Trezor usa uma conexão USB limitada – assim como o mouse do computador ou do teclado. É por isso que mesmo que seu computador esteja infectado você pode usar o seu Trezor com segurança. 

Como configurar o Trezor

>> Conheça e invista na Kickico

Configurar é muito simples. Você conecta o dispositivo ao computador, instala um app do próprio Trezor que permita o dispositivo se comunicar com o computador e segue as instruções.

Escolhendo um código PIN

 

O código PIN será usado para identificar que você é o verdadeiro proprietário do Trezor cada vez que você ligá-lo a um computador. O processo de configuração é usando uma combinação entre o dispositivo e o computador, a fim de certificar-se de que vai ser muito, muito difícil rastrear “roubar” seu PIN. Ele vai esconder os números na tela do pc, ficando visível apenas no dispositivo, solicitando que você escolha os números certos olhando para o dispositivo mas selecionando na tela do computador assim:

Leia também  Tel Aviv agora possui um novo caixa eletrônico e "Museu do Bitcoin"

Enquanto, , a exibição dos números reais só é visível em seu Trezor:

Desta forma, mesmo que alguém esteja monitorando suas teclas, não vai ser capaz de saber qual o seu PIN. Quando você estiver configurando o seu Trezor pela primeira vez, você terá que digitar o seu novo PIN duas vezes. Os números mudaram de posição todas as vezes que for usar seu Trezor.

Anote a chave privada mestre

>> Conheça a plataforma Bitflip

Em seguida, será solicitado escrever as palavras de recuperação a “Recovery seed”. Essa lista é um conjunto secreto de palavras que você vai usar para recuperar os seus bitcoins no caso de você perder o seu Trezor. O dispositivo irá mostrar-lhe uma lista de 24 palavras que você precisará escrever. Esta lista deve ser mantida em um local seguro, pois ela pode ser usada para recuperar suas chaves privadas e consequentemente roubar seus bitcoins.

Pronto seu dispositivo está pronto para ser usado

Após essas simples etapas, concluída a instalação você precisará conectar o Trezor a qualquer computador com acesso ao myTREZOR.com – Este é o cliente para o Bitcoin Trezor. De lá, você será capaz de enviar Bitcoins para quem quiser.

O Trezor pode ser hackeado? Uma dos grandes recursos do Trezor é que não há nenhum “username” ou “password” para acessar sua conta. Suas credenciais são o dispositivo Trezor. Então, se alguém não tiver acesso físico para o seu dispositivo não há nenhuma maneira dele pode acessar minha conta. Mas se alguém puder ter acesso ao meu dispositivo? Esse é a única vulnerabilidade do Trezor e esse tipo de invasão pode ser facilmente evitado, esse tipo de ataque é feito fisicamente (não remotamente) em um computador que é deixado sem vigilância, então preste mais atenção ao seu computador e caso não esteja usando o seu trezor, guarde-o em um local seguro.

Leia também  Bitcoin reage e valoriza alcançando novos recordes de preço

Para proteção extrema, configure uma senha

No caso de uma empregada doméstica do mal ou um parente mal intencionado as tuas chaves privadas e principalmente seus bitcoins estão em risco. Mas para resolver esse problema o Trezor, permite que você adicione uma proteção adicional. Isso significa que você vai precisar usar uma senha para acessar os seus Bitcoins. A senha não deve ser escrita em qualquer lugar e deve ser memorizada para que realmente seja segura. Mas cuidado ao ativar esse tipo de senha, caso perca-a você perderá completamente o acesso aos seus bitcoins.

Então o Trezor é 100% seguro?

>> Conheça e invista na Kickico

Não. na verdade nem um dispositivo é totalmente seguro, mas ele é muito seguro. Mesmo a mais recente falha de segurança encontrada em drives USB não se aplica a o Trezor. Uma coisa que o Trezor não pode protegê-lo é do ataque crtl+C crtl+V, atualmente um tipo de vírus tem se instalado nos computadores substituindo a carteira do usuário pela carteira do hacker, isso significa que alguém pode tentar enganá-lo para que envie Bitcoins do seu Trezor para um endereço errado. No entanto, este não é um mau funcionamento do dispositivo – é mais de uma falha humana. Você precisa ter certeza de que a carteira que você está enviando seus Bitcoins é a carteira correta, basta conferir as chaves públicas, se não quiser conferir todos os caracteres da chave pública, apenas confira os 5 primeiro e os 5 ultimos dígitos da carteira. Para obter informações detalhadas sobre possíveis ameaças ao Trezor e como eles estão sendo tratados vá a seção de ameaças de segurança dentro de seu FAQ no site da trezor.

Leia também  Bitcoin não é uma bolha: dívida dos EUA ultrapassa $20 trilhões pela primeira vez na história

pensamentos adicionais sobre o Trezor

Minha experiência com Trezor foi extremamente agradável. A configuração foi fácil, o dispositivo é intuitivo e as medidas de segurança parecem bastante robusta. Qualquer um que busque segurança para seus Bitcoins deve obter um Trezor. Minha única preocupação com Trezor é sobre seu site. Quero dizer, vamos dizer que a empresa saia do negócio – como eu ainda seria capaz de enviar meus Bitcoins se o site estiver inoperante? Bem, aparentemente, várias carteiras já começou a trabalhar na compatibilidade com o Trezor. Por exemplo, Electrum tem um plugin Trezor que lhe permite desfrutar de maior segurança do Trezor com a flexibilidade da Electrum.

>> Compre seu Trezor aqui

>> Conheça a plataforma Bitflip

Fonte: 99bitcoins.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Receba notícias diárias sobre Criptomoedas:
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/guiadobitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *