Transferências entre Japão e Tailândia em segundos: Ripple lança primeiro serviço comercial de remessa Blockchain

A era das transferências bancárias internacionais de varejo quase instantâneas, alimentadas pela tecnologia blockchain, está tomando forma.

O primeiro serviço de remessa instantânea habilitado para Blockchain entre o Japão e a Tailândia está sendo lançado hoje. Lançado pelo Siam Commercial Bank da Tailândia (SCB), em colaboração com o SBI Remit do Japão sobre a Blockchain da Ripple, o serviço ajudará a estabelecer um novo trilho de pagamentos entre os dois países. O setor de remessas Tailândia-Japão vê aproximadamente US$ 250 milhões transferidos por ano, com cerca de 40 mil cidadãos tailandeses que vivem no Japão.

Quase instantâneo: de 2 a 5 segundos

O recurso da Blockchain comercial permitirá as transferências de fundos individuais do iene japonês para o baht tailandês entre os dois bancos. O Siam Commercial Bank afirma que uma transação, uma vez desencadeada, verá os fundos depositados nas contas de poupança do beneficiário na Tailândia dentro de “2 a 5 segundos”, em comparação com a atual norma de “2 dias úteis” para pagamentos entre os dois países.

Leia também  Quase $100 bilhões: esse é o valor de mercado do Bitcoin e das criptomoedas. Crescimento não para!

O diretor do SBI Remit, Nobuo Ando, ​​sublinhou a necessidade de aprimorar os serviços de remessa existentes para torná-los mais rápidos e mais baratos para seus clientes de varejo.

“Neste caso, a Ripple foi impressionante em conceito e acabou por estar mais na prática”, acrescentou. “Além disso, podemos esperar ter oportunidades de câmbio mais favoráveis ​​à medida que a rede da Ripple se expande”.

Para esse fim, o Siam Commercial Bank – incidentalmente o primeiro banco da Tailândia – também está planejando a implantação do serviço de Blockchain fornecido pela Ripple, para outros setores de remessas importantes em toda a América do Norte, Europa e Ásia-Pacífico.

O objetivo, conforme afirmado pelo chefe de estratégia do SCB, Dr. Arak Sutivong, é “impulsionar pagamentos em tempo real para nossos clientes, cujas famílias muitas vezes dependem da disponibilidade desses fundos para necessidades básicas – o tempo é essencial para eles”.

Leia também  Maiores exchanges de Bitcoin estão se tornando os principais alvos de ataques cibernéticos

Transferência em Blockchain entre Bancos são o futuro?

A blockchain da Ripple, o Ledger de Consenso Ripple (RCL), já foi usado em vários pilotos de remessas, incluindo uma transferência de dinheiro instantâneo entre a Espanha e o México em abril deste ano. Em julho de 2016, um teste de pagamento entre o Canadá e a Alemanha demorou apenas 20 segundos, enquanto que uma transferência transfronteiriça separada da Standard Chartered demorou 10 segundos em setembro.

A Ripple lançou, em particular, um grupo de blocos interbancários – composto por alguns dos maiores bancos do mundo – chamado “Global Payments Steering Group” em setembro do ano passado. O grupo de trabalho é encarregado de criar e manter regras para o Ledger Ripple. No início deste ano, o maior banco do Japão, o Mitsubishi UFJ Financial Group (MUFG), juntou-se ao grupo de trabalho com a Ripple anunciando sua intenção de facilitar as transferências comerciais de dinheiro bancário global em sua Blockchain até 2018.

Leia também  Empresa de pagamentos da Rússia se junta ao "R3 Blockchain Consortium"

O lançamento do envio de valores entre Bancos, através de Blockchain é apresentado por Ripple como “o primeiro serviço de remessa comercialmente disponível“, impulsionado por sua tecnologia Blockchain.

Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *