TON: Criptomoeda do Telegram deve sair entre março e junho

0 Comentários

mão segurando smartphone simbolo do ton criptomoeda telegram

O fundador do aplicativo de mensagens Telegram, Pavel Durov, anunciou nesta semana que o lançamento da criptomoeda do aplicativo, TON, (Telegram Open Network) está previsto para março deste ano.

Mas segundo apurado pelo site Cointelegraph, que conversou diretamente com o CEO do Telegram, a data definitiva ainda não decidida e que a estimativa de lançamento para março pode mudar. De acordo com o site oficial do Telegram, o lançamento da rede principal, do token e dos seus serviços relacionados seria para o segundo trimestre deste ano, de modo que a TON provavelmente será lançada para o público entre março e junho.

Milhões de usuários TON

Vale destacar que o Telegram tem quase 200 milhões de usuários ativos mensais, sendo considerado como um dos 10 aplicativos de mensagens mais populares do mundo. No ano passado a ICO bateu um recorde ao arrecadar cerca de US$ 1,7 milhão. O dinheiro arrecadado foi direcionado para o desenvolvimento da mainnet, do token e o melhoramento da plataforma.

Entre os serviços oferecidos pelo o MainNet do Telegram estão:

TON services, uma plataforma que irá oferecer, serviços ativados em smartphones com interfaces amigáveis para aplicações descentralizadas e contratos inteligentes.

TON payments, uma plataforma para micropagamentos, cujo objetivo é ser usado para transferências instantâneas de dinheiro fora da Blockchain entre bots de usuários e outros serviços. O Telegram garante que esse recurso será projetado de forma que as transações sejam tão seguras quanto as que seriam feitas dentro da blockchain. 

Blockchain

Além disso, haverá o TON Blockchain, que oferecerá uma string master e o poder de 92 cadeias de blocos. Uma das características mais importante é a blockchain desenvolvida terá um protocolo chamado Infinite Sharding Paradigm(Paradigma da Fragmentação Infinita) para obter escalabilidade. Dessa forma, as redes blockchain relacionadas TON serão capazes de “dividir e mesclar automaticamente para se adaptar às mudanças do volume de transações”.

Isso significa que os novos blocos são gerados rapidamente e a ausência de linhas longas ajuda a manter os custos de transação baixos, mesmo se alguns dos serviços que usam a plataforma se tornarem muito populares.

Devido a este protocolo e ao Instant Hypercube Routing (Hypercube de encaminhamento instantâneo), preparado para a rede manter a velocidade máxima, mesmo com o crescimento da rede, a blockchain TON também conta com uma solução Byzantine Fault Tolerantant, o que aumenta a velocidade e eficiência da rede.

O Telegram tem como objetivo criar uma Blockchain capaz de realizar uma série de transações com “auto cura” e capaz de fazer cerca de 1 milhão de transações por segundo.

Não se pode negar que o projeto proposto pela equipe do Telegram parece promissor, resta agora esperar o lançamento para comprovarmos o desempenho da rede nos próximos meses do ano.

FUD alerta: JP Morgan diz que Bitcoin vai cair para US$ 1.260

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.