Telegram negocia com investidores adiamento do lançamento da TON

1 Comente

O Telegram notificou os investidores de que o projeto TON blockchain será lançado mais tarde do que o planejado, adiando o prazo de 30 de outubro desse ano para 30 abril de 2020.

As informações são do site CoinDesk.

Em um e-mail para investidores no qual o CoinDesk teve acesso, o Telegram citou seu recente desentendimento com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), que obteve uma ordem de restrição proibindo a empresa de lançar a TON e emitir criptomoedas Gram. A agência considerou o token Gram como valores mobiliários não registrados.

O e-mail, enviado recentemente aos investidores da segunda rodada de captação de recursos de US$850 milhões do Telegram, no início de 2018, diz:

“Tínhamos a intenção de lançar a rede TON no final de outubro. No entanto, o recente processo da SEC tornou esse momento inatingível. Discordamos da posição legal da SEC e pretendemos defender vigorosamente o processo.

Estamos propondo estender a data-limite para fornecer tempo adicional para resolver o processo da SEC e trabalhar com outras autoridades governamentais antes do lançamento da rede TON.”

O prazo pode ser prorrogado com o consentimento dos investidores que detêm a maioria dos tokens comprados na rodada, diz o email.

Confira o preço do Bitcoin Hoje!

Os dois grupos de investidores, aqueles que compraram tokens em fevereiro de 2018 e os que o compraram em março de 2018, precisarão aprovar a extensão separadamente, e é possível que um grupo aceite adiar enquanto o outro se recusa:

“Nessas circunstâncias, propomos fazer certas emendas limitadas aos termos dos contratos de compra que permanecem em vigor para refletir o fato de que menos Grams serão emitidos e em circulação na Data de Lançamento da Rede.”

Os investidores da segunda rodada devem assinar um formulário que aprova a extensão do prazo antes do dia 23 de outubro.

Se a maioria optar por não assinar, esses investidores poderão receber aproximadamente 77% de seu dinheiro de volta.

Os investidores da primeira rodada receberam uma comunicação separada do Telegram, diz o e-mail.

Se o prazo for prorrogado, o Telegram planeja gastar outros US$80 milhões antes de 30 de abril.

“Estamos ansiosos para receber seu apoio para garantir que possamos prosseguir com nossa visão da TON”, conclui a o texto.

Veja também: A primeira carteira de Bitcoin – A História do Bitcoin parte 18

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.