Startups de Blockchain atraem empresas ao possibilitar auditoria em redes privadas

2s Comentários

Ao colocar todas as informações sobre serviços ou processos complexos de fabricação e montagem em um blockchain privado e autorizado, a ideia é que uma empresa possa criar um banco de dados imutável e auditável. Quando você pensa sobre isso, atualmente isso envolve um trabalho muito complexo. Entretanto, nos últimos anos, testes iniciais em blockchains privados mostraram potencial de reduzir de dias para minutos o processo de identificação dos registros de dados.

Indícios de que isso está se tornando um assunto interessante entre as startups, é comprovado em duas notícias desta semana.

Em primeiro lugar, a “Gospel” de Londres (sim, esse é o nome deles) arrecadou £ 1,4 milhões através de investidores liderados pela LocalGlobe, com foco na Europa.

A startup diz que está trabalhando com uma “fabricante de defesa aeroespacial” para desenvolver uma prova de conceito para otimizar os registros de seu processo logístico. Será que é a British Aerospace? Eles não disseram.

Fundada em dezembro de 2016 pelo empresário Ian Smith, a Gospel usa um blockchain privado que exige que os usuários criem uma rede de “nós” dentro de seu ecossistema. Cada parte controla seu próprio e todos os nós devem concordar antes que qualquer transação possa ser processada e registrada no blockchain. A rede de nós age como um consenso e fornece um mecanismo de confiança.

Smith diz: “Para os fabricantes e outras empresas que lidam com dados críticos, há um problema de confiança nos sistemas de dados, especialmente quando há a necessidade de compartilhar esses dados fora da organização. Com a tecnologia Gospel, podemos fornecer registros de dados imutáveis para que a confiança possa ser totalmente automatizada entre sistemas de empresas inovadoras”.

Antes desta rodada de investimento, a Gospel foi apoiada por vários investidores-anjo, incluindo o co-fundador da Gumtree, Michael Pennington, e Vivek Kundra, CIO (diretor de TI) do governo dos EUA durante o governo de Barack Obama.

Em segundo lugar, a startup russa Waves, que emitiu sua própria criptomoeda, está entrando no mercado com o lançamento da Vostok, uma solução universal de blockchain com infraestrutura digital escalável.

A ideia é que as instituições públicas e as grandes empresas possam usar a plataforma para melhorar a segurança, o armazenamento de dados, a transparência e a estabilidade de seus sistemas.

A Vostok, que recebeu o nome da nave que levou Yuri Gagarin ao espaço, afirma ser significativamente mais rápida e mais barata do que as soluções blockchain existentes, reivindicando 10.000 transações por segundo (TPS) a apenas US $ 0,000001 por transação. O Bitcoin por exemplo, tem capacidade de 3-6TPS e custa US $ 0,951 por transação. A Vostok também usa um conjunto de nós operacionais fechados e Proof-of-Stake..

Sasha Ivanov, CEO e fundador da Vostok and Waves Platform, disse: “A Vostok é uma solução multifuncional, bastante simples, mas ao mesmo tempo extraordinária. Isso permitirá que qualquer organização de grande porte obtenha os benefícios do blockchain sem precisar criar novos sistemas a partir do zero ou treinar novamente seus funcionários ”.


Fonte

Mais informações:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.