Startup com base no Ethereum anuncia demissão de 25% dos funcionários

0 Comentários

A Status.IM é uma startup que está desenvolvendo um navegador com a blockchain Ethereum. Como sabemos, esses aplicativos que utilizam redes blockchain são importantes para garantir a força e a usabilidade do sistema. Porém, infelizmente a startup vai demitir 25% da sua equipe por causa da baixa nos preços da criptomoeda.

A demissão em massa foi anunciada internamente na segunda-feira, dia 10. O Co-fundador, Jarrad Hope, disse em um comunicado que a startup é muito maior do que eles podem sustentar. Isso aconteceu porque a empresa, segundo Hope, não antecipou a queda drástica no preço do Ethereum.

O COO Nabil Naghdy confirmou as demissões nesta sexta-feira para fontes de notícias focadas em criptomoedas.

A companhia conseguiu um financiamento original de 182 mil ETH durante uma venda de tokens em 2017. Na época, o valor total era de 64 milhões de dólares. Com a queda constante que a moeda teve durante o último ano, hoje esse valor representaria pouco mais de 15 milhões.

Leia também  Bitstamp torna-se a primeira Bolsa de Bitcoin Licenciada do Mundo e atua nos 28 países da União Européia

Segundo Hope, a Status.IM também não tinha nenhum “parceiro bancário sólido” até o segundo trimestre desse ano, o que aumentou bastante a gravidade do problema. Ele também disse que não tinha parceiros bancários pela dificuldade em conseguir abrir contas bancárias em projetos de criptos.

Então, para conseguir pelo menos pagar os próximos seis meses de desenvolvimento, a Status.IM foi obrigada a demitir 25% do seu quadro de funcionários.

“Atualmente, 25% dos nossos empregados são não-essenciais para os nossos propósitos e projetos de longa data. Com grande pesar fomos forçados a pedir que esses contribuidores deixassem seus cargos”, escreve Jarrad Hope no comunicado.

Mas os cortes de gastos não param por aí, ele também explicou que os funcionários que ficaram vão receber um pouco menos.

Leia também  BitPay lança cartão de débito de Bitcoin em parceria com a VISA

“Para aqueles que vão ficar com a gente, para conseguir juntar cada centavo pelo tempo necessário, eu vou pedir que aceitem um corte temporário no valor do salário que vamos desfazer assim que o mercado se recuperar”.

A prioridade da startup no momento é garantir que a Status.IM consiga cumprir seus objetivos descritos no whitepaper e deixar o aplicativo em um “estado usável”. Infelizmente a queda no mercado não está causando dano apenas para os investidores. Há não muito tempo, a gigante de mineração Bitmain também anunciou o fim das suas operações em Israel.

Veja também: Basis encerra operações e anuncia devolução de investimentos

 

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.