Segurança: como funciona o Cofre da Coinbase, o BTC Vault

O virtual da Coinbase permite que o utilizar defina vários signatários para aprovar transações, além de poder armazenar a chave de criptografia por conta própria.

Para quem possui uma quantia expressiva em é preciso redobrar o cuidado na hora de guardar as suas criptomoedas. A Coinbase é uma das e-wallets mais seguras para isso, além de oferecer facilidade para gastar seus por meio de um app disponível para Android e IOS. Hoje falaremos do BTC Vault ou Cofre Multi-assinatura de Bitcoin da Coinbase, ele foi criado para proporcionar ainda mais segurança aos usuários. A principal diferença do cofre é que ele permite definir mais de um utilizar para aprovar transações, além de contar com um recurso que faz com que as retidas do cofre fiquem bloqueadas por um determinado período para garantir que não existe nenhum problema com aquela transação.

Leia também  Serviço postal dos EUA procura peritos em Bitcoin para combater mercados da Darknet

Há três tipos de :

[DICA: Compre Bitcoin mais barato na Bitcointoyou]

A “chave” é o código que criptografa a wallet e permite a utilização dos recursos, são elas:

  • Chave Coinbase – A própria Coinbase cuida do armazenamento da chave, você não precisará se preocupar com detalhes técnicos.
  • Chave Partilhada – A senha da criptografia é armazenada pela Coinbase, mas o usuário tem a opção de armazená-la também.
  • Chave de utilizador – A responsabilidade pelo armazenamento é do usuário. Em caso de perda do código não será possível recuperar os bitcoins armazenados no Vault (cofre).

Armazenar o código por si só torna ainda mais seguro o armazenamento. Mas é preciso tomar cuidado, pois em caso de perda do código não será possível recuperar os bitcoins armazenados na wallet.

Segundo a empresa 98% do bitcoin é armazenado completamente offline, em caixas-forte e cofres físicos, distribuídos geograficamente.

VANTAGENS:

  • Controle total ou parcial – é possível ter uma cópia da chave criptografada que a Coinbase guarda seus Bitcoins no cofre ou então optar por armazenar esse código por conta própria, sem o gerenciamento da Coinbase, dando mais segurança;
  • Gratuito – o cofre Coinbase é gratuito;
  • Segurança – Para retirar seus bitcoins do cofre é possível definir mais de um endereço de e-mail para aprovação (signatários), além da retirada dos recursos não ser imediata. Dá para definir, por exemplo, um tempo de 48 horas após a confirmação para que o valor seja transferido, com isso, você consegue bloquear qualquer tentativa de fraude que, porventura, possa acontecer em seu cofre;
  • As chaves são criadas e encriptadas no navegador;
  • Convide até 5 co-signatários para um cofre de grupo, aumentando a segurança, pois todos precisam aprovar as transações;
  • A Coinbase não tem acesso aos bitcoin armazenado no cofre multi-assinatura. O usuário pode enviar o bitcoin sem utilizar a Coinbase através da nossa ferramenta de recuperação de código aberto;
Leia também  Homem compra casa com Bitcoin e lucra US$1,3 milhões com valorização da moeda digital

Resumindo, o Cofre Coinbase só não é mais seguro do que uma Paper Wallet, mas pode ser uma alternativa tão segura quanto! Principalmente para quem não quer armazenar a no papel. É possível tirar várias cópias da chave do Coinbase Vault.

Visite o Site oficial do BTC Vault da Coinbase.

Via: Criptomoeda.org

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *