SEC vai anunciar resultado de mais uma ETF Bitcoin na quinta-feira

0 Comentários

Proshares Bitcoin ETF e a Proshares short Bitcoin ETF são a próxima na lista das propostas ETFs Bitcoin encaminhadas a SEC a receberem a aprovação ou não da agencia reguladora dos EUA. A ETF da Proshares é mais um entre os nove ETF Bitcoin aguardando a aprovação da SEC nos próximos dois meses. Diferentemente das outras propostas, a SEC definiu o dia 23 de agosto como o prazo final.

O Proshares ETF baseia-se em contratos futuros Bitcoin. O Proshares fez sua primeira solicitação de ETF em setembro. O Proshares enviou uma proposta de ETF de bitcoin para a SEC em dezembro, mas desistiu quando a SEC rejeitou diversas outras propostas, devido as preocupações com a volatilidade do Bitcoin, conforme relatado na Coindesk.

Um documento divulgado no site oficial da SEC em 23 de março desse ano, a SEC declara ter iniciado os procedimentos para determinar se aprovaria uma mudança de regra que listasse o Proshare ETF na NYSE. A SEC revelou que recebeu comentários sobre a proposta afirmando “que a proposta era como um castelo de cartas”, frágil.

O mês de setembro é o mês que a SEC apresentará diversas respostas acerca da aprovação das ETFs. Em 15 de setembro a primeiro da fila, a GraniteShares, receberá a resposta, ela apresentou duas propostas de ETF

A SEC tem plena consciência de que sua decisão afeta os preços do Bitcoin. Um exemplo claro disso foi a ETF proposta pelos irmãos Winklevoss, que fez o preço do Bitcoin disparar, afetando também o preço das outras criptomoedas.

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.