SEC adia ETF para seu prazo final em 27 de fevereiro

0 Comentários

A Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos novamente adiou a decisão sobre o de que busca aprovação para listagem na Chicago Board Options Exchange (CBOE).

Segundo um comunicado oficial publicado ontem no site do , o período de revisão do ETF foi estendido para o dia 27 de fevereiro de 2019:

“A Comissão considera apropriado designar um prazo mais longo para emitir uma ordem aprovando ou desaprovando a mudança de regra proposta, de modo que ela tenha tempo suficiente para considerar a mudança de regra proposta”.

De acordo com as regras da comissão, o novo prazo não permitirá mais adiamentos e a decisão final de aprovar ou rejeitar o ETF terá de ser decidida.

A proposta foi solicitada inicialmente pela gestora de fundos VanEck e a startup SolidX, sendo publicada pela primeira vez no registro federal americano em 2 de julho de 2018.

Leia também  Criador do Ethereum: Adoção em massa é mais importante do que os ETFs da criptomoeda

Já em agosto, a SEC adiou a decisão de listagem para o dia 30 de setembro que posteriormente foi prorrogada para 27 de dezembro.

No começo de outubro, o regulador reabriu um período de comentários em relação a proposta, informando o prazo de 17 de outubro para declarações e 31 de outubro como prazo máximo para objeções.

Ainda segundo o comunicado, já foram recebidos mais de 1.600 comentários do público.

Veja mais: Governo dos EUA oferece até US$ 800 mil para soluções de blockchain anti-falsificação