Rússia promete que regulamentações não irão acabar com as ICO’s

0 Comentários

O primeiro vice-primeiro ministro da Rússia, Igor Shuvalov, falou em um fórum juvenil em Sochi na semana passada. Um dos participantes do fórum perguntou-lhe: “Tenho um grande pedido para você, não deixe nossas ICOs morrerem como resultado da regulamentação”. O vice-primeiro ministro então “prometeu aos participantes defender as capacidades das ICO’s e evitá-las “morrer”, informou RIA Novosti.

“Você está absolutamente certo”, continuou Shuvalov, observando que vários países adotam leis para tratar de criptomoedas de forma diferente. “Nossa resposta imediata é colocar imediatamente isso sob regulamentação e proibir, porque é prejudicial”, disse ele.

Confirmando que o governo planeja regular as ICO’s, ele detalhou:

“Nós ainda não sabemos se isso é nocivo ou não, mas já estamos tentando proibi-las e fechá-las. Se nosso lugar estiver entre países avançados, e queremos ter sucesso nessa competição competitiva e até mesmo criar melhores padrões de vida do que nossos parceiros que estamos analisando em seus padrões econômicos sociais, um deve ser um pouco mais ousado”.

Via: Bitcoin.com


Acompanhe notícias todos os dias sobre Bitcoin e Criptomoedas:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.