Rússia vai fugir das sanções dos EUA comprando Bitcoin, diz economista do Kremlin

3s Comentários

putin presidente russia

Segundo um economista russo com fortes ligações com o Kremlin, a Rússia está preparando um investimento em Bitcoin para substituir o dólar norte-americano como moeda de reserva como forma de combater as sanções dos Estados Unidos.

O economista da Academia Presidencial Russa de Economia Nacional e Administração Pública chamado de Vladislav Ginko, declarou que o governo está tomando medidas para minimizar o impacto das sanções americanas que afetaram o rublo russo, depois do envenenamento do ex-oficial russo Sergei Skripal, uma das medidas relatadas pelo economista russo é substituir algumas de suas reservas em dólares norte-americanos pela criptomoeda mais popular do mundo, o Bitcoin.

Ginko afirma que a decisão da Rússia é uma medida para “proteger seus interesses nacionais” devido a uma possível interrupção dos “pagamentos de petróleo e gás russo” ele ainda afirmou que o investimento em Bitcoin pode chegar a US$ 10 bilhões.

Leia também  Preço do Bitcoin vai nas alturas

O interesse da Rússia pelas criptomoedas já é antigo. Em junho de 2017, Putin se encontrou com Vitalik Buterin criador da Ethereum e recentemente o presidente russo demonstrou interesse na criptomoeda NEO. O economista russo Vladislav Ginko acredita que o Bitcoin e as criptomoedas em geral agora respondem por 8% do PIB da Rússia, e as compras de Bitcoin para reforçar as reservas do país pode começar em fevereiro.

“O governo russo está prestes a dar um passo para começar a diversificar as reservas financeiras ao adiquirir Bitcoin, já que a Rússia foi forçada pelas sanções dos EUA a despejar títulos do Tesouro dos EUA e a devolver dólares dos EUA”, disse Ginko.

“Essas sanções e a vontade de adotar tecnologias financeiras modernas levam a Rússia à maneira de investir suas reservas no Bitcoin.”

O Banco Central da Rússia ainda não divulgou oficialmente a compra de Bitcoin como um plano de se proteger das sanções dos EUA, mas disse em um comunicado ao The Daily Telegraph que “publica informações sobre a gestão de ativos estrangeiros com um atraso de seis meses”. O país tem mostrado sinais de desdolarização, aumentando suas participações do euro, do remimbi chinês e do iene japonês.

Leia também  Agora você pode comprar imóveis com bitcoins

Entenda

Os supostos planos russos de investir em criptomoedas levariam o país a comprar quase um sexto do Bitcoin mundial, disse Mati Greenspan, analista sênior da eToro. Para ele o governo russo não irá abrir uma conta em uma exchange para comprar as criptomoedas, portanto é possível que o governo russo busque uma “criptomoeda intermediária” que pode ser trocada por Bitcoin. A nova criptomoeda teria que ser oferecida por um banco estatal por exemplo.

“A proposta que eu acredito está na mesa do ministro das Finanças no momento é criar algum tipo de criptomoeda intermediária”, disse Greenspan.

“Sabemos que Vladimir Putin é um grande defensor da tecnologia blockchain”, disse Greenspan. “Obviamente, ele não gosta das sanções que foram impostas a ele e já disse que esses tipos de sanções levarão à desdolarização. Isso é mais ou menos a direção que o governo russo está seguindo”.

Grupo bancário da Suíça lança o whitepaper da sua futura moeda digital. Clique aqui para ler!

Leia também  Rússia planeja oficializar e regulamentar o Bitcoin em 2018 para lutar contra a lavagem de dinheiro

Escreva um comentário

3 Comments

Fake news patética, impulsionada por detentores de Bitcoin, querendo influenciar os lambarís. Patético até o último nível. Hoje mesmo saiu na CNN uma reportagem mostrando que o governo Russo sequer cogitou em algum momento fazer uma idiotice dessa, de comprometer sua economia com uma moeda absolutamente volátil.

Já vi várias comentários seus reclamando. Por que não acessa outros sites então? Parece até que odeia as criptomoedas, deve ter perdido uma grana preta só pode.

Também percebi isso!

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.