Relatório da Binance confirmou a provável reversão no preço das criptomoedas

0 Comentários

O setor de pesquisa da Binance divulgou um novo relatório indicando que uma correção profunda nos preços do Bitcoin e na esmagadora maioria das altcoins pode ter ficado pra trás e o chamado “bottom” é de fato passado.

O estudo também mostrou a natureza altamente correlacionada do mercado de criptomoedas devido à “mentalidade de rebanho” que se manifesta nos estágios mais avançados das fases do touro e do urso.

Desde o início deste ano, o Bitcoin cresceu mais de 40%, com três quartos deste crescimento em abril. Mas, mesmo antes da forte onda de valorização que atingiu a primeira criptomoeda, o mercado de altcoin também mostrou uma dinâmica positiva, o que levou mesmo ao surgimento do termo “altseason” temporada das altcoins.

Um dos principais aspectos que o relatório destacou, foi o grau de conexão das criptomoedas em relação umas às outras. Por isso, o relatório diz que no mercado de urso em 2018, a correlação interna de preços aumentou.

Referindo-se ao fenômeno da mobilidade articular (efeito manada), os autores do relatório sugerem que o comportamento irracional dos investidores de varejo e a natureza emergente do mercado como um todo têm contribuído significativamente para a alta correlação interna das criptomoedas.

Outra destaque importante dos autores do relatório foi a conexão entre a correlação dos preços de altcoin em USD e a dinâmica dos preços do Bitcoin. Usando dados de fevereiro de 2014 a março de 2019, os pesquisadores descobriram que períodos de alta correlação entre altcoins [entre 0,8 e 1] correspondem a uma inversão de tendência para o Bitcoin.

O relatório, no entanto, contém uma reserva:

“Dada a curta história do mercado de criptomoedas, seria prematuro afirmar que há uma relação causal entre picos de correlação e reversões de mercado, ou que isso é, na verdade, um efeito de rebanho durante as próprias reversões do mercado.”

Tentando explicar o fenômeno do movimento conjunto, os pesquisadores também compararam a estrutura de investidores no mercado de criptomoedas com bolsas de valores tradicionais em diferentes países. Como resultado, chegaram à conclusão de que o volume de negócios de fundos é significativamente maior na China – um fenômeno que os autores do relatório associam com uma alta parcela de investidores de varejo em ambos os mercados.

Assim, em 2017, os investidores de varejo nas bolsas de valores chinesas responderam por mais de 99,8% das contas, mais de 40% da capitalização total e mais de 80% dos volumes de negociação.

“Em geral, os investidores não profissionais tendem a ser excessivamente confiantes ou pessimistas em relação às tendências do mercado. Isso leva a um aumento no volume potencial de transações e aumento da volatilidade”.

Os pesquisadores da Binance também concluíram que os participantes no mercado de criptomoedas estão mais inclinados a “ir” apenas durante um mercado de baixa, mas se tornam mais ativos durante períodos de aumentos de preços significativos.

Assim, destacam os pesquisadores, o mercado de criptomoedas se distingue pela irracionalidade do comportamento de seus participantes. Isso, por sua vez, leva à formação de bolhas ou a uma queda profunda injustificável, o que também é refletido nos gráficos das taxas de correlação.

Essa imagem, dizem eles na Binance Research, foi observada em 2018, quando o sentimento pessimista do mercado atingiu seu pico, e o mesmo cenário pode ocorrer agora – a única diferença é que, nesse caso, está ocorrendo.

Leia mais: Sobe para 150 número de vítimas de golpe com criptos em Pernambuco

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.