Rede EOS receberá plataforma com 700 mil usuários

0 Comentários

A EOS tem se mostrado uma poderosa blockchain para o desenvolvimento de dapps (aplicações descentralizadas), até mesmo para receber aplicações que já funcionam de forma tradicional. A Moonlighting vai apostar na rede para operar a sua plataforma para freelancers, levando mais de 700.000 usuários para a rede EOS.

A Moonlighting é uma plataforma para profissionais em sistema freelancer lançado em 2014, ela recebeu $5 milhões em um round de investimentos realizado pela FinLab EOS VC, um esforço conjunto da FInLab AG e Block.one. O investimento vai ser usado para aumentar a base de usuários e integrar a infraestrutura existente com a blockchain EOS, segundo informações do Coindesk.

O CEO da Moonlighting, Jeff Tennery, foi citado pelo portal de notícias dizendo:

“Nós estamos explorando os protocolos de blockchain desde o final de 2017 e escolhemos o EOSIO graças a sua habilidade de escalar o processo de transações, manter baixos custos de uso e permitir o fácil gerenciamento de contas de usuários”.

No passado, a Block.one levantou cerca de $4 bilhões em uma ICO que durou um ano, com fim em 2018. Os fundos arrecadados durante este período foram usados para desenvolver o software EOSIO, onde a blockchain EOS é executada. A Block.one também investiu em financiadores que iriam dar suporte a aplicações com foco em rodar na nova blockchain, o mais famoso desses financiadores foi a Galaxy Digital, do milionário Mike Novogratz.

A FinLab EOS VC é bem parecida com os investimentos feitos pela Block.one.

“Nós acreditamos que a Moonlighting contém as três características chaves que você busca em uma aplicação descentralizada: usuários reais, tração real e um caso forte para a tecnologia de blockchain”, disse Paul Grotowski, COO da EOS VC em um release de imprensa.

Veja também: Bitcoin acima dos US$ 5.000 é “prego no caixão” dos ursos, diz analista

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.