Reclamações relacionadas a Coinbase aumentaram 4.700% (até agora) em 2017

0 Comentários

() registrou um significante de de consumidores relacionados a criptomoedas em 2017. A maioria dessas reclamações são relacionadas a , uma das maiores bolsas de Bitcoin nos .

Queixas contra exchanges em ascensão

Os preços das criptomoedas explodiram em 2017, provocando maior atenção da mídia e interesse público nesta indústria em expansão. De acordo com um relatório da , as denúncias virtuais de consumidores relacionadas à moeda estão aumentando também; na verdade, eles estão no ritmo para aumentar quase 6.000% em relação aos níveis de 2016. Em 2016, o CFPB recebeu apenas sete queixas com relação a palavra “moeda virtual”. Até 26 de agosto, a CFBP recebeu 277 reclamações listadas nesta categoria e esse número está no caminho certo para finalizar o ano em 425.

Leia também  Agências federais americanas estão adotando gradualmente a tecnologia Blockchain

Dito isto, o CFPB recebe centenas de milhares de queixas por ano, então esses números permanecem minúsculos.

A empresa com maior número, com base no volume de reclamações na base de dados da CFPB, é a Coinbase. No ano passado, apenas seis consumidores se queixaram do CFPB sobre a exchange baseada em São Francisco. A partir de 26 de agosto, esse número aumentou para 288 em 2017 (os consumidores muitas vezes rotulam essas queixas como “conta bancária” em vez de moeda virtual). Este é um aumento de 4,700% no acumulado do ano, e o CFPB está em ritmo para receber mais 154 queixas relacionadas à Coinbase até o final do ano.

Muitas dessas queixas decorrem das interrupções crônicas que a exchange experimentou no início deste ano em períodos de intensa volatilidade do mercado. As interrupções coincidiram com declínios dramáticos nos preços de Bitcoin e Ethereum, e a Coinbase atribuiu-os aos altos níveis de tráfego. Na verdade, a exchange viu um aumento na demanda do consumidor, e às vezes lutou para se “adaptar” rapidamente o suficiente.

Leia também  Japão: mais de 100 empresas se candidataram para obter uma licença de exchange de criptomoedas

O Hard Fork do Bitcoin também criou uma dor de cabeça de relações públicas para a exchange. No início, a Coinbase disse que não daria suporte ao Bitcoin cash e que os deveriam retirar suas moedas antes da fork se quiserem receber seu BCH. No entanto, alguns se queixaram de que não conseguiram retirar suas moedas à tempo e outros ameaçaram processar a empresa pelo ocorrido. Eventualmente, a empresa reverteu sua decisão e disse que integrará o suporte do Bitcoin Cash em janeiro de , mas alguns usuários continuam a se desculpar por ter que aguardar tanto tempo para receber suas moedas.

Finalmente, os usuários se queixaram de que a empresa nem sempre responde aos e-mails de suporte em tempo hábil. No entanto, o diz que a empresa comprometeu-se a usar parte dos US $ 100 milhões que elegera durante a última rodada de financiamento para expandir sua equipe de suporte ao cliente.

Leia também  Binance lança aplicativo de informações do mercado cripto

Via: Cryptocoinsnews.com
Tradução: Guia do Bitcoin


Para mais notícias, siga-nos em nossos canais oficiais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/company-beta/16221556

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]