Quenianos são presos acusados por lavagem de dinheiro

A polícia do três comerciantes de Bitcoin por acusações de . Os suspeitos estariam usando dinheiro roubado para comprar bitcoins.

Corretora Bonus Depósito Mínimo Criptomoedas Abrir conta

image_2
Aceita Paypal $250 IOTA, Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Ripple, Dash, Bitcoin Cash COMPRAR

Definitivamente algumas vantagens existem no uso de criptomoedas como o anonimato e a facilidade de uso. Claro, um dos principais benefícios da moeda digital é que qualquer pessoa, não importa onde ela esteja no mundo, pode ser um participante ativo no das criptomoedas. Mas há momentos em que as vantagens do Bitcoin podem levar algumas pessoas à grandes problemas, como o que aconteceu recentemente no Quênia, onde três comerciantes de Bitcoin foram presos pela polícia acusados ​​de lavagem de dinheiro.

O Bom e o Mal da era digital

Nós vivemos em uma época de maravilhas devido aos avanços tecnológicos que foram feitos nas últimas décadas. A internet permite a comunicação instantânea entre pessoas de todos os cantos do globo, para não mencionar a alegria de assistir vídeos de gatinhos fofinhos em toda a rede. Da mesma forma, as criptomoedas permitem transferências anônimas e fáceis de capitais através das fronteiras nacionais sem os problemas de lidar com protocolos burocráticos de governos e bancos. No entanto, todos os progressos podem ser prejudicados por ações criminais.

Leia também  Serviço postal dos EUA procura peritos em Bitcoin para combater mercados da Darknet

Os três comerciantes quenianos de Bitcoin descobriram que ser capaz de comprar facilmente moeda digital pode vir com um custo. Os três(Emma Kariuki, Stanley Mumo e Timothy Gachehe) estavam usando fundos roubados para comprar Bitcoin na exchange p2pLocalBitcoins.

Parece que os fundos, que os três estavam usando, vieram de uma pessoa anônima conhecida como “BADASS20” que roubou o equivalente a US$ 100.000 do Banco I&M. A polícia rastreou o dinheiro roubado, que eventualmente levou para as contas bancárias dos comerciantes. O interessante é que parece que os mesmos desconheciam que o dinheiro era roubado, já que seus históricos no chat da exchange não demonstram qualquer conversa suspeita. Ainda assim, a Unidade de Investigação de Fraudes Bancárias do Quênia (BFIU) prendeu os três, contudo, os comerciantes pagaram a fiança e aguardam julgamento em liberdade.

Leia também  Resumo semanal: Criptomoedas

O destino final dos três quenianos ainda não foi determinado. Enquanto eles alegam não saber que o dinheiro era roubado, eles o usavam para comprar Bitcoins, que legalmente poderia ser visto como lavagem de dinheiro.

Embora seja ótimo que qualquer pessoa no Quênia possa se tornar parte do mundo das criptomoedas, se alguém chamado “BADASS20” quiser comprar US$100.000 em bitcoins de você, talvez você deva recusar a oferta.

Você acredita que os quenianos possam conseguir a inocência perante a justiça do seu país? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

_______________________________________________________________________________
Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: http://bitcoinist.com/police-arrest-thre…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

Bitcoins no seu e-mail

Junte-se a 24.550 outros assinantes

loading...

Serviço postal da Austrália utilizará aplicações Blockchain e governo apoia iniciativa

O serviço postal estatal da Austrália (algo como os Correios aqui no Brasil) está considerando utilizar várias aplicações blockchain em seu dia-a-dia. De acordo com um relatório da ZDNet, a…

0 Comentários

Banco Nacional da Ucrânia esclarecerá status Jurídico do Bitcoin e criptomoedas

Na Ucrânia, o Bitcoin e as criptomoedas ainda não tem um status oficial. Até o final de agosto de 2017, o país da Europa Oriental irá esclarecer sua posição através…

0 Comentários