Queda no preço das criptomoedas em 2018 foi pior que estouro da bolha das “pontocom”

1 Comente

A comparação feita por Michael Patterson, colunista da Bloomberg , onde ele diz que a atual desvalorização já superou o estouro da bolhas das empresas “pontocom”. Sua comparação foi realizada com base no índice composto Nasdaq, segundo o qual a queda de mercado das pontocom em 2000, foi do pico para menos 78%.

Dados da MVIS CryptoCompare Digital Assets 10 na Nasdaq, que segue o desempenho das 10 maiores criptomoedas por capitalização de mercado, nesta quarta-feira, 12 de setembro, mostrou que a capitalização das criptomoedas caiu de janeiro até agora 80%.

Como os antigos investidores de duas décadas atrás, os investidores de hoje que decidiram apostar na revolucionária tecnologia estão experimentando uma dolorosa “queda”. Disse Michael Patterson.

O colunista da Bloomberg, afirmou que a “criptomania de 2017” alimentou as expectativas de que o Bitcoin se tornará o “ouro digital” e também desencadeou uma explosão de novos tokens, que eram transformados em soluções para praticamente todos os setores, desde finanças a até alimentação, o entusiasmo rapidamente deu lugar à preocupação com a segurança, manipulação de mercado, a necessidade de uma regulamentação.

Nesta quarta-feira, 12 de setembro, a capitalização de mercado total das criptomoedas é de US $ 187,4 bilhões, o menor valor de 2018. A grande maioria das altcoins está no vermelho, com desvalorizações que vão de 3 a 13%.

Guia do Bitcoin

 

Escreva um comentário

One Comment

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.