Quais são as conseqüências da rejeição da ETF do Bitcoin?

Imagem: Reprodução

As reações foram, como se pode esperar, mistas. Os mercados, que atingiram um novo recorde histórico de aproximadamente US$ 1.325 antes da decisão, caíram acentuadamente antes de recuperar-se acima dos US$ 1.100. Alguns observadores consideraram um retrocesso para o bitcoin, enquanto outros, disseram que não haverá qualquer impacto a longo prazo.

Tyler Winklevoss um dos solicitantes da ETF disse numa visão otimista:

“Continuamos otimistas e empenhados em trazer “COIN” para o mercado, e estamos ansiosos para continuar a trabalhar com a equipe da SEC. Estamos iniciando essa jornada há quase quatro anos, e estamos determinados com um resultado positivo. Nós concordamos com a SEC que a regulamentação e supervisão são importantes para a saúde de qualquer mercado e para a segurança de todos os investidores “.

Outra notícia positiva foi de Spencer Bogart, chefe de pesquisa da Blockchain Capital. Bogart disse a um site de noticias que ele acha a rejeição ao Winklevoss bitcoin ETF não terá impacto sobre a “convincente história de crescimento” do bitcoin.

Leia também  Exchange Foxbit abre vaga para Desenvolvedor em São Paulo

No entanto, ele argumentou que a decisão amortece as chances de que a SEC aprove outros produtos financeiros “bitcoin-tied”, julgando a probabilidade “extremamente baixa”.

Bogart disse:

“O terreno para a desaprovação da COIN parece ser motivado por preocupações com os mercados subjacentes do bitcoin.”

Outros tomaram uma posição mais crítica apoiando a SEC em decisão. Em um documento de 38 páginas, a agência apontou para a falta de vigilância no mercado global bitcoin, bem como uma falta geral de regulamentação que futuramente poderia estimular a fraude dos investidores.

No entanto, Jerry Brito, diretor-executivo do Coin Center sem fins lucrativos, argumentou que a decisão “cria um problema de galinha e ovo”, no qual barreiras aos novos produtos financeiros dificultam o tipo de desenvolvimento necessário para resolver essas preocupações.

Brito explicou:

“Como desenvolvemos mercados bem capitalizados e regulamentados nos EUA e na Europa se os inovadores financeiros não estão autorizados a trazer produtos para o mercado que aumentem a demanda doméstica por moedas digitais como o Bitcoin?”

Charles Hayter, CEO e fundador do CryptoCompare, disse em um site de noticias que a rejeição da ETF tinha “quebrado” as “esperanças de que o bitcoin iria se mova para um ativo principal de finanças”.

Leia também  Executivos da Netflix querem que o Bitcoin se torne moeda global e adotarão uso dela

Ao mesmo tempo, Hayter prosseguiu dizendo que a decisão da SEC não impede o lançamento de outros produtos negociados em bolsa de bitcoin. A Suécia, por exemplo, abriga o produto  Bitcoin Tracker One  .

De olho no futuro

Adam Back, CEO da Starcook Starcast Blockstream, disse que acha que a rejeição dessa ETF só atrasou o inevitável.

“Acredito que esta decisão da SEC é um desvio temporário no caminho inevitável do bitcoin que, mais cedo ou mais tarde, levará a que todos os investidores de Wall Street e da Main Street possam participar dessa promissora tecnologia do futuro e, paralelamente, a adoção do bitcoin como moeda continuará, na internet, como o ouro digital e dinheiro eletrônico.”

Outros, também, refletem sobre a decisão à luz do futuro da moeda digital. Dave Nadig, CEO do site de notícias da indústria ETF.com , disse que não ficou surpreso com o movimento da SEC. Na verdade, ele postou que a natureza não regulamentada do bitcoin é uma característica da moeda digital.

Leia também  Nações Unidas enviam ajuda a 10.000 refugiados sírios usando Blockchain Ethereum

“A decisão não é surpreendente. Em última instância, isso é menos sobre o que é ou não é bitcoin, é sobre a toda estrutura de mercado do bitcoin em si.”

Fonte: Coindesk
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin


Receba notícias de Bitcoin em primeira mão, seguindo nosso canal no Telegramtelegram.me/guiadobitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *