QuadrigaCX transferiu 103 BTC para carteiras já bloqueadas

0 Comentários

Mais um dia, mais um capítulo na história da exchange canadense Quadriga. Depois de toda a confusão que ela causou nas últimas semanas, a corretora continua fazendo besteira e dificultando ainda mais as chances de alguém acreditar que a história da morte do CEO é verdadeira.

A Ernst and Young foi escolhida para supervisionar todo o procedimento de recuperação da QuadrigaCX pela corte de Nova Scortia, no Canadá. Agora a Quadriga está tentando encontrar maneiras de levantar mais de $260 milhões, dinheiro que ela deve para seus clientes.

Recentemente a exchange, junto da companhia que está a monitorando, encontraram mais de $900 mil em criptomoedas. Dinheiro pouco em relação ao o que eles devem, porém, já ajudaria a aliviar o problema. No entanto, metade desse dinheiro foi transferido para carteiras que estavam bloqueadas e os membros da exchange não têm acesso.

O evento bizarro foi reportado no primeiro relatório divulgado pela Ernst and Young. Segundo o relatório, a companhia de monitoramento descobriu que na semana passada a QuadrigaCX estava com $902,743 mil em Bitcoin, Litecoin e Ether nas suas hot wallets, mas algo deu errado no dia 6 de fevereiro.

A Ernst and Young relatou que a Quadriga “acidentalmente” transferiu 103 bitcoins para as carteiras que eles já não têm mais acesso. Essas carteiras são as chamadas “cold wallets”, dispositivos offline com acesso criptografado e virtualmente impossíveis de serem hackeadas.

Como estamos carecas de saber, o CEO da Quadriga, Gerald Cotten, “morreu” repentinamente enquanto viajava pela Índia, supostamente deixando todos na Quadriga sem acesso às cold wallets.

Até o momento a história continua apenas piorando, cada vez mais se caracterizando como um golpe em todos os clientes da exchange.

Veja também: Número de caixas eletrônicos de Bitcoin cresce 100% ao ano!

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.