Primeiro-Ministro da Coreia diz que jovens usam Bitcoin para drogas e esquemas de pirâmide marketing multi-nível

1 Comente

O primeiro-ministro da está preocupado com o fato de o crescente interesse em criptomoedas como o fazer com que a juventude do país se envolva com drogas e pirâmides financeiras.

Leia também  MinerWorld está sendo investigada pelo Ministério da prevenção da Lavagem de Dinheiro do Paraguai

O primeiro-ministro sul-coreano Lee Nak-yon teria discutido o crescente abraço das criptomoedas pelas gerações mais jovens em uma reunião do gabinete na terça-feira. O mercado de criptomoedas, de acordo com o político, está provando ser uma “atração fácil” para estudantes que estão pulando na oportunidade de fazer ganhos com alguns que tomam um caminho ilegal.

Uma declaração publicada após a reunião do gabinete revela que o primeiro ministro pede que as agências governamentais examinem tais preocupações.

para fraudes

De acordo com uma tradução da CNBC, o líder sul-coreano disse:

“Há casos em que jovens coreanos, incluindo estudantes, estão pulando para ganhar dinheiro rápido e as moedas virtuais são usadas em atividades ilegais como o tráfico de drogas ou o marketing multinível para fraudes.”

Leia também: Entenda de uma vez por todas porque Marketing Multinível com Criptomoedas não funciona: 100% são golpes

Dramaticamente, ele acrescentou:

“Se deixarmos as coisas continuarem, eu posso sentir alguns fenômenos patológicos sérios.”

A Coreia do Sul surgiu entre os principais mercados de comércio de bitcoins do mundo este ano e um apetite insaciável por criptomoedas entre os investidores de varejo levou a um preço de bitcoin atingindo o equivalente a US$ 12.000 no país, um “prêmio” de mais de 10%. Ontem (29), o preço do bitcoin superou US$ 13.000 nas bolsas coreanas.