Por que o Bitcoin caiu? Trump, Bakkt ou Baleias?

10s Comentários

O começo dessa semana foi um período complicado para o criptomercado. Principalmente para o Bitcoin. A criptomoeda principal despencou de todos os seus níveis de suporte e acabou caindo abaixo dos US$8.200, superando as expectativas de baixa dos analistas.

Atualmente o Bitcoin está sendo negociado na faixa dos US$8.400, mas ainda se mantém em queda. Todo o resto do mercado continua no vermelho, apresentando números nada agradáveis para os que esperavam uma valorização.

Já para aqueles que esperavam um momento de compra, essa pôde ter sido uma excelente oportunidade, com o bitcoin a US$1000 dólares mais barato. Se a tendência de queda se confirmar, podemos ter ainda melhores oportunidades no futuro.

Mas o que pode ter feito o Bitcoin cair tanto e ter despencado de tantos níveis e suporte?

Por que o Bitcoin caiu?

Como sabemos, o mercado de Bitcoin é altamente volátil, toda o ecossistema das criptomoedas são. Antes de falar sobre os problemas que põem ter levado a uma queda do Bitcoin, primeiro a gente precisa entender que essas quedas são muitas vezes normais.

Todo mercado apresenta baixas e altas, essas correções, mesmo que assustem, são um momento saudável e uma movimentação que pode ser considerada normal, dentro dos padrões atuais de quedas.

Esse momento, chamado de pullback, pode ser apenas o mercado voltando para os níveis de suporte instáveis antes de tentar romper novas resistências.

Com isso em mente, podemos tentar identificar o que fez o Bitcoin cair tanto nesse curto tempo.

Como notado pelo site CoinTelegraph, duas teorias estão bastante popular recentemente.

Falta de interesse no Bakkt

Entre as teorias mais populares dos comentaristas de criptomoedas, está a decepção do mercado com a aceitação aparentemente morna dos contratos futuros de Bitcoin recém-lançados e liquidados fisicamente pela Bakkt entre clientes institucionais.

Os contratos – que quebram o molde ao serem liquidados em Bitcoin, em vez de em moeda fiduciária – entraram em vigor no dia 22 de setembro, em um momento ansiosamente esperado para o setor de criptomoedas como um todo.

No entanto, volumes lentos logo após o lançamento do produto podem ter atenuado o sentimento dos investidores, pois os espectadores fizeram um balanço do fato aparente de que a demanda institucional por Bitcoin pode não ser tão robusta quanto imaginávamos.

59 BTC foram negociados na plataforma nas últimas 24 horas. Um total de 166 contratos negociados ontem, 24 de setembro, de acordo com uma matéria  da Reuters. Jamie Farquhar, gerente de portfólio da empresa de criptomoedas NKB Group, com sede em Londres, disse:

“Uma coisa é dar acesso ao dinheiro institucional ao BTC. Outra coisa é deixá-los confortáveis o suficiente para realmente comprá-lo.”

Em um tuíte de 23 de setembro, o famoso trader Alex Kruger observou:

“Bakkt, volume do primeiro dia: 71 bitcoin. CME, volume do primeiro dia: 5298 bitcoin. Essa é uma diferença de 75x.”

Motivos políticos

Já outros apostaram em uma queda com motivação mais macroeconômica e geopolítica – com as últimas notícias de uma investigação de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por sua ligação polêmica com o presidente ucraniano.

Assim, alguns correlacionaram os fracos movimentos do mercado de Bitcoin com esse cenário mais amplo, à medida que os mercados tradicionais se recuperam da mais recente sacudida na política americana. O analista Holger Zschäpitz tuítou no dia 25 de setembro:

“Os mercados de ações globais sacudiram quando a possibilidade de impeachment de Trump aumenta as perspectivas de um prolongado impasse político em Washington. Títulos estáveis com rendimento US 10y a 1,65%, 10y Bund a -0,61%. Ouro a US$1530 com participações no ETF Gold sendo as mais altas desde 2013. O Bitcoin é negociado a US$8,5 mil após um colapso repentino.”

Porém, vários analistas de mercado tradicionais e de criptomoedas também consideram que as taxas de juros mais baixas aprovadas por Trump representam “combustível de foguete” para o preço do Bitcoin – adicionando mais credibilidade ao argumento de que sua controversa presidência é, em geral, amplamente positiva para a criptomoeda.

Ação de baleias

Um usuário do Reddit alega que o recente colapso do preço do Bitcoin foi causado por uma transação gigantesca quando uma baleia enviou US$1,2 bilhão em Bitcoin de uma carteira para uma exchange antes de vender esse montante

No geral, US$5,3 bilhões em Bitcoin foram transferidos nas últimas 24 horas.

A captura de tela fornecida pelo Redditor vem do site analítico bytetree.com e mostra que na terça-feira, por volta das 11:00 horário de Brasília, alguém transferiu US$1,2 bilhão em Bitcoin para uma corretora.

Os funcionários do site deixaram seus comentários no post do Reddit, dizendo:

“Acúmulo gradual de vendas, compras mínimas. Um grande movimento de US$1,2 bilhão às 11:00 correlaciona com a queda acelerada do preço (conforme a carteira de pedidos é consumida). Parece que este foi ‘o ponto de inflexão’ que provocou o pânico a curto prazo. O gráfico mostra o preço versus o volume de transações nas últimas 32 horas.”

Veja também: Blockchain: O que você precisa saber sobre a tecnologia do Bitcoin

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.