População da África do Sul usa Bitcoin para fugir da recessão do país

0 Comentários

A tem sido um dos principais inovadores e pioneiros quando o assunto é criptomoedas, sendo um dos países que mais possuem caixas eletrônicos de do mundo. Agora, após os temores da guerra comercial que causaram problemas econômicos semelhantes na Argentina, Turquia e Indonésia, a economia da está entrando em uma nova crise.

Na terça-feira passada, foi confirmado que uma pode estar chegando para o país após a revelação de que o PIB estava em declínio no segundo trimestre. A moeda fiat sul-africana, o Rand Sul-Africano (ZAR), vem caindo a algum tempo e devido a dúvida da população sobre uma possível Venezuela 2.0, as criptomoedas vêm tomando a cena no país africano.

Em reação às notícias, os sul-africanos têm adquirido um novo interesse por criptomoedas, semelhante à adoção que a Turquia promulgou após seu recente colapso econômico.

Leia também  O tamanho da Blockchain do Ethereum excedeu 1TB e, sim, isso é um problema

O país, que mais pesquisou por “Bitcoin” no Google em 2018, não é totalmente ignorante em relação a criptomoedas. Muitos sul-africanos já negociam frequentemente em Bitcoin e em vários outros ativos digitais, e o país abriga uma série de empreendedores de blockchain, dos quais o mais notável é o do Monero, o desenvolvedor-chefe Riccardo “Fluffy Pony” Spagni.

O sentimento positivo em criptomoeda foi ecoado pelo novo presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, em uma recente reunião da União Africana em Ruanda, onde ele apresentou suas ideias de uma moeda única para a África, possivelmente uma moeda digital.

Como em qualquer país que apresenta alto entusiasmo sobre moedas digitais, a África do Sul tem até mesmo sua própria fraude em Bitcoin, que viu 28 mil investidores sendo roubados em mais de 1 bilhão de ZAR. O incidente assustou os sul-africanos, levando a SARS, uma espécie de serviço governamental para controle de renda da população, a buscar o desenvolvimento de regulamentos para o uso de criptomoedas no país.

Leia também  Exchange anuncia o acordo de armazenamento a frio com a Xapo

Aviso de risco: Investir em moedas digitais, ações, títulos e outros valores, mercadorias, divisas e outros produtos de investimento derivado (por exemplo, contratos por diferença, “CFD”) é especulativo e representa um nível elevado de risco. Cada investimento é único e envolve riscos únicos.

Os CFD e outros derivados são instrumentos complexos e têm um risco elevado de perda rápida de dinheiro devido a alavancagem. Deverá ponderar se compreende como o investimento funciona e se consegue suportar o risco elevado de perda do seu dinheiro.

As criptomoedas podem ter preços flutuantes e, por isso, não são adequados a todos os investidores. A negociação de criptomoedas não é supervisionada por qualquer enquadramento regulador da UE. O desempenho anterior não garante os resultados futuros. Qualquer histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. O seu capital está em risco.

Quando negoceia em ações, o seu capital está em risco.

O desempenho anterior não é um indicativo fiável de resultados futuros. O histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. Os preços podem tanto subir como descer, os preços podem flutuar bastante, pode estar exposto a flutuações de taxa de câmbio e pode perder todo ou mais capital do que o que investiu. O investimento não é adequado para todos, certifique-se de que compreendeu totalmente os riscos e legalidades envolvidas. Se não tiver a certeza, procure aconselhamento financeiro, legal, fiscal e/ou contabilístico. Este website não oferece aconselhamento financeiro, legal, fiscal ou contabilístico. Alguns links são links afiliados. Para mais informação, leia o nosso aviso e declaração de risco completo.