Polícia sueca busca por financiamento da UE para investigar cibercrimes envolvendo criptomoedas

Imagem: reprodução

As forças policiais nacionais na Europa estão buscando recursos financeiros para pesquisas sobre como lidar com cibercrimes envolvendo criptomoedas.

De acordo com um relatório de avaliação divulgado no final do mês passado, a Autoridades da Polícia Sueca e seus homólogos na Áustria e na Alemanha estão se preparando para licitar o financiamento de um programa chamado Horizonte 2020, uma iniciativa de pesquisa da União Européia.

Especificamente, os fundos seriam obtidos da Secure Societies, uma sub-seção desse programa focada em iniciativas de cibercrime. Através do Horizonte 2020, que foi lançado em 2014, a UE realizou um total de 80 bilhões de euros (US$ 94,6 bilhões) disponíveis para cobrir uma ampla gama de áreas de pesquisa.

Exigindo os planos das agências de aplicação da lei, o relatório afirma:

“Atualmente, a polícia sueca está participando de um consórcio com a [Força de Polícia Federal] na Áustria e sua contraparte na Alemanha para preparar um pedido à Secure Societies em moedas virtuais e Darknet”.

Enquanto o relatório não revelou os montantes a serem solicitados pelas três agências de polícia, destaca o Fundo de Segurança Interna (ISF) – um pool de financiamento da Comissão Européia com um total de 3,8 bilhões de euros foram atribuídos às forças policiais dos países membros ao longo dos sete Anos até 2020.

Leia também  Governo sul-coreano leiloará US$ 540 mil em Bitcoin

O investimento básico necessário pedido para as pesquisas é de € 21 milhões, de acordo com a ISF.

Via: Coindesk.com
Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *