Petro tem apenas 0.6% do lastro prometido

0 Comentários

O presidente da Venezuela informou que possui 30 milhões de barris de petróleo prontos para serem usados como reserva de valor para a criptomoeda Petro. Como Informa o Bitcoin Exchange Guide.

O problema é que a criptomoeda proposta pelo governo, que é lastreada em petróleo, tinha prometido um lastro muito maior do que os 30 milhões de barris anunciados durante esta semana.

Em 2018, Maduro anunciou a criação da criptomoeda Petro, a fim de evitar sanções internacionais impostas pelos Estados Unidos e outros governos. A ideia era ajudar a combater a inflação catastrófica que assolou o país e que foi piorada após os EUA criar sanções econômicas contra o país da América do Sul.

Inicialmente foi afirmado que o ativo digital seria apoiado por 5 bilhões de barris de petróleo, além de reservas de ouro e outros metais preciosos que podem ser encontrados na Venezuela. No entanto, as coisas acabaram sendo diferentes. Agora eles usarão apenas 30 milhões de barris para apoiar o Petro e seu valor.

Esse é um corte de mais de 99% no valor originalmente pretendido para o lastro. Isso, como é de se esperar, pode significar que a moeda na verdade não tem lastro nenhum e também sofrerá com inflação.

O governo está promovendo o uso dessa moeda virtual na economia, considerando que o governo não foi capaz de lidar com a inflação e propuseram dolarizar completamente a economia.

 

Como comprar Ethereum no Brasil

 

A Venezuela é um país que foi afetado por uma enorme crise econômica, política e social. A ditadura atual que governava o país destruiu a riqueza e promoveu um dos maiores êxodos de pessoas no século XXI.

O governo tem pressionado por uma adoção maior da criptomoeda Petro. Em alguns casos, esse incentivo a adoção beira um regime compulsório, com o governo não dando outra alternativa de recebimento de bônus de aposentadoria se não em Petro. Existem vários varejistas em todo o país já aceitando essa moeda virtual como meio de pagamento.

Ao mesmo tempo, outras moedas virtuais também puderam se expandir no país, já que o criptomercado é resistente à censura e tende a prosperar muito em países em crise. Os pagamentos com Bitcoin (BTC) e Dash foram usados principalmente para pagar por bens e serviços quando a inflação estava em seu auge.

O Petro é uma das primeiras criptomoedas nacionais lançadas no mundo, apesar da intenção de vários países de antes de tudo analisar os efeitos que as Moedas Digitais de Banco Central (CBDCs) poderiam ter sobre a economia.

A Venezuela já propôs a alguns países a efetuar pagamentos em criptomoedas por produtos como medicamentos ou alimentos, mas não houve um feedback positivo.

Veja também: Medo fará os Estados Unidos lançarem uma criptomoeda

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.