Pesquisa: Quase metade das ICOs lançadas no mundo são da Europa

0 Comentários

Aproximadamente metade das ICOs – empresas que arrecadam dinheiro por meio das criptomoedas – lançadas no mundo nos últimos tempos vieram da . Revelou uma pesquisa feita por uma empresa especializada.

O relatório da , uma das principais empresas de capital de risco da Europa, descobriu que as entidades europeias arrecadaram US$ 1,76 bilhão através das chamadas ofertas de moedas iniciais, ou ICOs, desde 2014, representando 46% dos fundos arrecadados globalmente.

As ICOs tornaram-se uma bonança para empresários de moedas digitais. Elas forneceram o combustível para uma rápida valorização no valor das criptomoedas este ano, que aumentou os receios de uma bolha que poderia explodir, com o bitcoin aumentando mais de 1.000 por cento desde o início de 2017.

A pesquisa da Atomico é baseada em dados compilados pela TokenData, com sede na Califórnia, e se estende até 2014, embora mais de 90% da atividade das ICOs tenha ocorrido este ano, disse o pesquisador Ricky Tan.

Leia também  Companhia aérea Peach torna-se a primeira do Japão a aceitar Bitcoin

A Suíça reuniu quase metade do total da Europa – US$ 828 milhões ou 47 por cento dos fundos das ICOs na região, principalmente através de empresas registradas na região de Zug, uma região de baixa taxa perto de Zurique, que também é o domicílio de muitos comerciantes de commodities, disse Tan.

Em contraste, a América do Norte obteve US$ 1,08 bilhão de ICOs, ou 28% de um mercado global que arrecadou cerca de US$ 3,8 bilhões através da emissão de novos tipos de moedas digitais.

O relatório prevê que grandes empresas europeias de risco começarão a participar das ICOs no próximo ano, revendo sua resistência histórica ao que muitos viram como competição não regulamentada para o financiamento de risco tradicional.

Leia também  "Fique calmo, a correção do Bitcoin terminará em breve", disse CEO da Binance

Já, as empresas de capital de risco de nível superior, como a Andreesen Horowitz e a Union Square Ventures, investiram ativamente nas coletas de fundos das ICOs, juntamente com alguns fundos europeus mais novos, como o Blueyard Capital de Berlim.

“Mas os fundos mais estabelecidos da região ainda não participaram”, afirma o relatório Atomico. “Isso mudará em 2018.”

A Suíça, juntamente com a e a , ganham de outras partes da Europa com US$ 976 milhões levantados em termos de capital – três vezes o financiamento que as ICOs atrairam na Europa Central e Oriental e quatro vezes maior do que a Grã-Bretanha e a Irlanda.

Mas quando se trata do número de projetos da ICOs lançados, a Europa Central e Oriental está à frente com 162 lançamentos e em segundo lugar, com 90 projetos, o Reino Unido e a Irlanda.

Leia também  Banco Central Europeu: "Não está no nosso poder proibir ou regulamentar o Bitcoin"

_______________________________________________________________________________
Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: http://www.thehindubusinessline.com/marke…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

_______________________________________________________________________________
Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: http://www.thehindubusinessline.com/marke…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]