PayPal: Diretor afirma que Bitcoin pode valer mais de US$ 1 milhão em 7 ou 10 anos

0 Comentários

Em um artigo publicado no Kana and Katana, uma plataforma de pesquisa dirigida pela Ikigai Asset Management, o executivo-chefe da Xapo, Wences Casares, disse que o Bitcoin pode valer mais de US$ 1 milhão daqui sete ou dez anos.

“Na minha opinião (subjetiva), essas chances de sucesso são de pelo menos 50%. Se o Bitcoin tiver sucesso, 1 Bitcoin pode valer mais de US$ 1 milhão em 7 a 10 anos. Isso é 250 vezes o que vale hoje (no momento em que escrevo o preço do Bitcoin é ~ US $ 4.000) ”, escreveu Casares.

Casares, que também integra o conselho do Paypal, afirmou que investir em um ativo emergente como Bitcoin representa riscos, e pede que os investidores continuem responsáveis ​​com seu dinheiro e só invistam o que podem perder. Após esse alerte, ele destacou a irresponsabilidade de não ter absolutamente nenhum valor investido em Bitcoin.

Casares acrescenta que, se o Bitcoin for bem-sucedido, ele não substituirá as moedas de reserva, como o dólar dos EUA, mas operará em cima ou ao lado de moedas de reserva, servindo como uma alternativa.

“Se o Bitcoin for bem-sucedido, ela provavelmente não substituirá nenhuma moeda nacional. Pode ser uma moeda supranacional que existe no topo de todas as moedas nacionais. Se o Bitcoin for bem-sucedido, pode ser um padrão não político global de valor e liquidação”, disse ele.

Leia mais: Sobe para 150 número de vítimas de golpe com criptos em Pernambuco

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.