“Os reguladores têm o ‘dever’ de aprender com as ICOs” diz diretor executivo do Banco Central de Singapura

Um executivo da Autoridade Monetária de Singapura (MAS) disse que a evolução em torno das ofertas iniciais de moeda (ICOs) e criptomoedas pode oferecer lições para os reguladores.

Yao Loong Ng, diretor executivo do departamento de estratégia de mercados financeiros do MAS, disse que, embora muitos estejam céticos nos casos de uso “especulativo” da tecnologia, os reguladores “têm o dever fiduciário de estar alerta no resultado das ICOs”.

Conforme relatado pela Edge Markets, Ng indicou que o “time to market” para ICOs se compara favoravelmente com os IPOs, que podem levar nove meses para se preparar.

Ele disse:

“Se o processo de escrever um white paper para uma ICO e subsequentemente ser adicionada numa exchange pode levar uma questão de dias, então é claro que é algo que podemos aprender”.

Ng fez seus comentários durante uma conferência da ASEAN Capital Markets em Kuala Lumpur na quarta-feira.

Leia também  Banco de Singapura e Índia lançam sistema de pagamentos internacionais via Ripple

As notícias seguem o anúncio da semana passada do regulador de valores mobiliários da Malásia de que está trabalhando em “regulamentos e diretrizes relevantes” para casos de uso funcional de ativos digitais.

No início de agosto, o MAS emitiu um aviso aos investidores para serem cautelosos com os riscos em torno das ICOs e projetos de investimentos relacionados à moedas digitais.

 

Fonte: Coindesk.com

Tradução: Guia do Bitcoin

Line: Aplicativo de mensagens japonês oferecerá transações com criptomoedas

Um popular aplicativo de mensagens no Japão, Line Corporation, anunciou o lançamento de uma nova empresa que fornecerá serviços com criptomoedas. A nova empresa, denominada Line Financial Corporation, fornecerá uma…

0 Comentários

Ministério da Fazenda do Kuwait, diz não reconhecer o Bitcoin como moeda legal

  O Ministério da fazenda do Kuwait disse que não reconhece o bitcoin, e que as instituições financeiras estão proibidas no país de negociar com a criptomoeda.   De acordo…

0 Comentários