Opinião: vale a pena estudar análise gráfica?

0 Comentários

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como diria Tom Baldwin, um dos criadores do Baldwin Group: “O trader perdedor não consegue plantar e esperar o tempo necessário para colher”.

No ano passado, os holders, em linhas gerais, tiveram muito mais lucros que a maioria dos analistas de mercado. O Bitcoin valorizou cerca de 1700% em apenas um ano, enquanto outros ativos como a Ripple tiveram valorização de mais de 27.000% no mesmo período. Ou seja: se você tivesse comprado cerca de R$ 3 mil em XRP no começo do ano, teria liquidado, até o final do ano, cerca de R$ 810 mil.

Os mais incautos, conforme comprovado ao longo de praticamente todo o ano de 2017, faziam uso das redes sociais com o objetivo de criticar os operadores que se dedicam à análise gráfica. Afinal, qual a necessidade de se operar através da análise gráfica, uma vez que fazer hold nos parece ser muito mais lucrativo? Essa alegação, copiosamente repetida pelos menos instruídos, é válida quando o mercado se encontra fortalecido. Que não é o caso dos últimos dez meses.

Leia também  Análise Técnica DCR/BTC - 10/10/2018

Como será que está hoje a vida dos holders, muitas vezes autointitulados “fundamentalistas”? Em um mercado em franca queda desde o final do ano passado, quais as estratégias dos não capacitados para minimizar os prejuízos?

O objetivo do trader profissional não é buscar o enriquecimento rápido e fácil sobre a do mercado, e sim buscar lucros consistentes e firmes de acordo com seus objetivos. Se você é capaz de lucrar 30% ao mês como day trader, é seguro dizer que seu conhecimento sobre o comportamento mercadológico é bastante consolidado e suas chances de acerto superam consideravelmente suas probabilidades de erro.

Existem sites especializados em trading de criptomoedas capazes de realizar lucros superiores a 70%, enquanto o mercado encontra-se em franco movimento de queda. Ainda que este lucro seja “pouco” se comparado ao que os holders de Ripple, Litecoin e Waves obtiveram no ano passado, será que os holders estão tendo mais sorte que os analistas técnicos?

Leia também  Análise Técnica ETH/USD - 18/10/2018

Ao contrário dos holders, os analistas técnicos, dependendo de sua capacitação, de sua disponibilidade e de seu esforço pessoal, podem viver única e exclusivamente dos lucros obtidos em trading. O motivo disso: analistas técnicos são capazes de lucrar tanto em alta quanto em baixa; os holders dependem majoritariamente de que os preços de sua criptomoeda escolhida superem sempre seu preço de compra.

Em síntese, os holders hoje perdem tempo por não buscar capacitação para operar em análise técnica. É sabido que as pessoas fogem do mercado quando ele está em baixa e o abraçam com força quando está em franco movimento de alta, quando, na verdade, as coisas deveriam funcionar de forma inversa. Quanto mais baixos estão os preços, mais interessante se torna entrar no jogo. Podemos analisar de forma bastante clara através do Google Trends que a mentalidade mainstream contaminou o Bitcoin em seu período mais perigoso, porém o abandonou em um dos pontos mais interessantes de entrada:

Leia também  Bitcoin Unlimited se recupera após segundo bug ser explorado com ataque DDoS

A queda nos ativos apavora as ovelhas, enquanto os lobos atacam em silêncio.

As baleias entram no mercado quando há descrença, desvalorização e saem quando o mercado está em seu auge. Muitos “fundamentalistas” se dizem avessos à ideia de estudar gráficos justamente por seguir o caminho oposto. E os frutos da letargia, nesse caso, são colhidos quase que imediatamente. Em especial aos que compraram no topo.

Conforme análise técnica lançada no final do ano passado, fomos capazes de mensurar o último grande target de alta até o início da grande correção. Foram utilizadas ferramentas muito simples para se chegar àquela conclusão.

Recomendamos fortemente a todos que estudem, busquem conhecimento sobre análise gráfica enquanto o mercado encontra-se absolutamente desaquecido. Grandes períodos de baixa volatilidade pressupõem grandes movimentações posteriores. Estejam preparados.