Opinião: MCash – Resposta a Jonhnes Carvalho (Minerworld)

Recentemente, o Guia do Bitcoin denunciou um scam em potencial envolvendo a suposta moeda digital MCash. Parece que Jonhnes Carvalho, um dos responsáveis pela Minerworld, ficou bastante incomodado com nossa postagem e resolveu fazer uma publicação no site Medium. Clique aqui para ler o texto na íntegra.

Segundo Jonhnes, a MCash é uma moeda de marketing multinível criada com o objetivo de recompensar “as pessoas que desenvolvem o MMN como forma de remuneração dos bônus de indicação, binário e plano de carreira”.

Lemos, relemos inúmeras vezes o manifesto do dito cujo e continuamos – para variar – sem respostas. Trata-se de um ensaio raso, sem riqueza de detalhes sobre o objetivo de nossa provocação, completamente tomado por sentimentalismos.

Onde está o whitepaper da MCash, contendo suas especificações técnicas? Há comprovação de algum bloco minerado desta moeda? É possível auditar seu código, verificar se é seguro o suficiente para circular? Qual o sentido de haver uma moeda de marketing multinível para pagar associados? Qual a necessidade de criar uma moeda intermediária para pagamentos, uma vez que existe a opção de pagar afiliados tanto em criptomoedas já existentes e consolidadas como em moeda fiduciária? A MCash beneficiaria alguém mais que não vocês mesmos? Como vocês são capazes de prometer lucros fixos em mercado de risco, altamente volátil?

Leia também  Opinião: Ethereum Classic é só mais um scam Bitcoin

Você deve, também, explicações no que se refere às denúncias realizadas contra a empresa no Ministério Público. Estelionato, evasão de divisas e sonegação de impostos são apenas alguns exemplos. As denúncias foram feitas pelo Ministério de Prevenção de Lavagem de Dinheiro (Seprelad), situado no Paraguai. Vocês disseram ter registro para operar legalmente no Paraguai, mas o próprio governo paraguaio rebateu a afirmação e deixou claro que vocês não possuíam aval para funcionamento dentro dos moldes legais do país. Por que mentiram? Por que qualquer pessoa deveria investir em uma empresa cujo cerne possui forma desconhecida por todos, inclusive seus afiliados?

Convém citar, em off, que a Seprelad denunciou não apenas a Minerworld, mas também a D9 Club, sendo que esta última já foi derrubada e o governo brasileiro decretou a prisão de Danilo Santana, líder do esquema.

Leia também  Opinião: Porque muitos comentaristas de economia não sabem o que é Bitcoin

E a mineradora? Terminou de construir? Não parece estar ficando pronta. Também não entendi por que Saad ficou na frente do rapaz que gravava. É para aumentar o suspense?

Quem não entendeu foi você, Jonhnes. Se antes não se manifestou por falta de deixa, o momento é agora. Queremos respostas.

loading...

CobinHood: Exchange de criptomoedas com taxa zero lança ICO

A próxima geração de plataformas para negociações de criptomoedas. O lançamento da ICO é hoje, 13 de setembro de 2017, a COBINHOOD será a primeira plataforma de negociação de criptomoedas,…

1 Comente

Stellar: Hacker rouba mais US$400 mil em tokens

Um hacker roubou de mais de US $ 400.000 em Lumens Stellar depois de hackear o fornecedor de carteira digital BlackWallet. De acordo com o Kevin Beaumont um especialista em segurança cibernética,…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link