Onecoin é um esquema claro de pirâmide, diz polícia indiana

Aumenta repressão da polícia contra a OneCoin na Índia, um suposto esquema de moeda digital amplamente conhecido como uma farsa.

As autoridades indianas apresentaram acusação contra 30 indivíduos acusados ​​de promover a OneCoin no país. Um dos acusados inclui o búlgaro Rjua Ignatova, fundador e “CEO” da OneCoin, de acordo com o Indian Express.

Tushar Doshi, vice-comissário do crime na polícia de Navi Mumbai declarou:

Neste tipo de esquema, os investidores se tornam os perpetradores e as vítimas. É claro que este é um esquema Ponzi.

A investigação revela detalhes da investigação em meio a uma repressão dura pelas autoridades. A trilha do dinheiro levou os investigadores a 35 contas bancárias pertencentes aos promotores da OneCoin para vários estados do oeste e norte da Índia.

A operação de varredura, revelou o acumulo de mais de ₹ 75 crores (aproximadamente US$ 12 milhões) das vítimas investidoras. Até agora, as autoridades apreenderam ₹ 25 crores (pouco menos de US $ 4 milhões) de contas bancárias. 

A polícia indiana participou de um seminário da OneCoin em abril, onde foram realizadas 18 prisões, num evento que hospedou cerca de 500 investidores potenciais. A atração por grandes recompensas com um investimento único de ₹ 11,900 (aproximadamente $ 185). Os investidores foram informados de que o valor de suas OneCoins, que é comprado com esse investimento inicial, está vinculado ao valor do euro. Um pagamento substancial foi prometido em dezembro de 2018.

Leia também  MinerWorld e D9 são investigadas no Paraguai por esquema de pirâmide financeira

Estamos sempre alertando contra os esquemas ponzi, fique atento.

Fonte

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *