Oficial: Banco Central do Japão vai “considerar seriamente” moedas virtuais

0 Comentários

: a inovação subjacente às moedas digitais, incluindo o , esteve sob o destaque durante o 3º Fórum de Fintech, realizado pelo do .

O terceiro Fórum Fintech do Banco do Japão, viu funcionários do departamento de pagamentos do banco central admitirem que os centrais em todo o mundo estavam pesquisando a blockchain.

De acordo com um relatório do Nikkei, o tema em alta do dia foi a tecnologia blockchain com bancos privados e instituições financeiras que, aparentemente, mostrariam maquetes de potenciais aplicações de cadeias de blocos durante o evento.

Em dezembro, o governador da BOJ, Haruhiko Kuroda, confirmou que o departamento de pagamento e liquidação do banco utilizava uma tecnologia de blockchain em fase de testes, afirmando que estava se tornando imperativo que os bancos centrais “compreendessem profundamente a inovação”.

Leia também  Análise de preço do bitcoin: Uma nova onda está chegando

Após o teste, Yuji Kawada, outro funcionário do departamento de pagamentos confirmou que a tecnologia blockchain tinha o “potencial de render benefícios” durante o Fórum Fintech. No entanto, a tentativa da tecnologia de contabilidade distribuída com o BOJ-NET, que permite transferências eletrônicas de fundos e títulos no Japão, não se ajustou ao atual sistema em termos de capacidade de processamento, acrescentou o funcionário.

O Banco do Japão firmou parceria com o Banco Central Europeu para estudar os potenciais casos de uso da tecnologia blockchain em um projeto de pesquisa conjunta a partir de finais de 2016. As conclusões do projeto devem ser divulgadas ainda este ano (2017).

Vem aí um “Yen Digital”?

No evento desta semana, o relatório do Nikkei reverte às questões colocadas pelo setor financeiro privado no caso de uma moeda digital emitida pelo BOJ, em que o dinheiro físico do papel-moeda seria substituído por registros digitais. A política monetária instalada e executada pelo banco central seria significativamente alterada se um fosse emitido, assim como a relação entre o banco central e os bancos do setor privado.

Quando surgiu a inevitável pergunta sobre uma moeda digital emitida pelo banco central, Hiromi Yamaoka, diretora-geral do Departamento de Sistemas de Pagamentos e Liquidação, não deu muita distância.

Leia também  O Bitcoin está prosperando e o recente aumento do preço é prova disso

Ainda assim, ele afirmou:

“Vamos considerar seriamente para saber o que é possível um banco central fazer.”

Em novembro de 2016, Hiroshi Nakaso, vice-governador do banco central, revelou que o banco não tinha um cronograma específico ou planejava emitir moedas digitais como meio de substituir dinheiro. No entanto, o alto funcionário afirmou que o banco estava em conversações com acadêmicos para fornecer respostas a questões significativas sobre uma moeda digital emitida pelo banco central.

Participe da nossa pesquisa abaixo sobre a emissão de moedas digitais por um Banco:
[poll id=”10″]

Via: Cryptocoinsnews
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Siga nosso canal no Telegram e não perca uma notícia sobre Bitcoin: telegram.me/guiadobitcoin

Aviso de risco: Investir em moedas digitais, ações, títulos e outros valores, mercadorias, divisas e outros produtos de investimento derivado (por exemplo, contratos por diferença, “CFD”) é especulativo e representa um nível elevado de risco. Cada investimento é único e envolve riscos únicos.

Os CFD e outros derivados são instrumentos complexos e têm um risco elevado de perda rápida de dinheiro devido a alavancagem. Deverá ponderar se compreende como o investimento funciona e se consegue suportar o risco elevado de perda do seu dinheiro.

As criptomoedas podem ter preços flutuantes e, por isso, não são adequados a todos os investidores. A negociação de criptomoedas não é supervisionada por qualquer enquadramento regulador da UE. O desempenho anterior não garante os resultados futuros. Qualquer histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. O seu capital está em risco.

Quando negoceia em ações, o seu capital está em risco.

O desempenho anterior não é um indicativo fiável de resultados futuros. O histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. Os preços podem tanto subir como descer, os preços podem flutuar bastante, pode estar exposto a flutuações de taxa de câmbio e pode perder todo ou mais capital do que o que investiu. O investimento não é adequado para todos, certifique-se de que compreendeu totalmente os riscos e legalidades envolvidas. Se não tiver a certeza, procure aconselhamento financeiro, legal, fiscal e/ou contabilístico. Este website não oferece aconselhamento financeiro, legal, fiscal ou contabilístico. Alguns links são links afiliados. Para mais informação, leia o nosso aviso e declaração de risco completo.