O que é a tecnologia da Blockchain?

0 Comentários

Colocado de forma simples, a é uma planilha digital descentralizada, distribuída e constantemente atualizada que registra todas as transações através de uma rede de pessoa a pessoa (). Faz sentido, certo? Mas vamos tentar quebrar a afirmação em partes menores para melhor entendimento.

Descentralizado

Ao invés de fazer nossos programas confiarem em um servidor central, a tecnologia da blockchain permite que uma rede seja suportada por cada computador de cada membro. Cada máquina opera como um “” (node) ou ponto de toque da rede.

Distribuído

De forma similar à , ser distribuído significa que a rede se apoia em não ter um ponto central para os registros. Contudo, a distribuição se refere ao fato de que cada mantém uma cópia de todas as transações que acontecem na rede.

Leia também  Grupo Alibaba diz que nova plataforma não tem relação com criptomoedas

Planilha constantemente atualizada

A habilidade de uma rede blockchain ser descentralizada e distribuída significa que de um deixa de existir, a rede continua a funcionar. Cada vez que um registro ou transação é necessário, ele é gravado na planilha pública e digital, que é compartilhada através de toda a rede.

De pessoa para pessoa (p2p)

Esse é um dos mais importantes pontos da blockchain que tem o potencial de virar nossa cabeça. Por ser uma tecnologia naturalmente descentralizada e distribuída, não há necessidade de intermediários. Uma vez que todas as transações estão registradas com assinatura e estampa de tempo, e cada pessoa tem uma identidade única e segura, todas as transações podem ser seguras sem passar por um banco ou por uma terceira parte que com certeza cobraria uma porcentagem.

Leia também  SONM anuncia ICO - Supercomputação organizada pela rede de mineração

Em termos ainda mais simples, a tecnologia da blockchain age como uma planilha de excel universal e compartilhada que está sendo constantemente atualizada com cada transação que é feita. Então, por que isso se chama blockchain? Isso é por que todas as variações em termos de tempo em que as transações ocorrem são armazenadas em “blocos” de dados. Cada bloco é verificado pelos usuários da rede e, então, adicionado à uma cadeia de blocos que contêm todas as transações já registradas. Dessa forma, temos uma “cadeia de blocos”, ou uma blockchain.

(Riggs Brown)

Fonte: medium.com/

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

Leia também  Coinbase Custody: lançada oficialmente custódia de criptomoedas para investidores institucionais